BR Properties (BRPR3) tem prejuízo líquido de R$ 43,772 milhões no 1º trimestre, piora de 42%

Por sua vez, o lucro líquido excluindo depreciação, amortização e efeitos não caixa (FFO) chegou a R$ 50,2 milhões no período

Estadão Conteúdo

Publicidade

A BR Properties (BRPR3) teve prejuízo líquido de R$ 43,772 milhões no primeiro trimestre de 2023, resultado 42% maior que o registrado um ano antes, quando a companhia fechou com prejuízo de R$ 30,712 milhões.

Por sua vez, o lucro líquido excluindo depreciação, amortização e efeitos não caixa (FFO) chegou a R$ 50,2 milhões no período, com margem de 162%, contra prejuízo de R$ 1,3 milhão registrado um ano antes.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado foi a R$ 13,075 milhões entre janeiro e março, um recuo de 76% na comparação anual. A margem Ebitda ajustado foi de 42%, queda de 23 pontos porcentuais na mesma base de comparação.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Leia Mais:

A companhia registrou receita líquida de R$ 31,074 milhões, valor 63% menor em relação ao primeiro trimestre de 2022.

Já o resultado financeiro líquido ajustado foi de R$ 37,7 milhões. Segundo a BR Properties, o resultado positivo “é explicado pela amortização de 100% das emissões de dívidas da Companhia no terceiro trimestre de 2022, e pelo aumento da receita financeira em razão da robusta posição de caixa oriunda da venda de propriedades para a Brookfield no mês de julho de 2022”.