RADAR INFOMONEY A expansão da JBS, de olho em carne vegetal, é assunto do programa desta segunda-feira; assista

A expansão da JBS, de olho em carne vegetal, é assunto do programa desta segunda-feira; assista

Bolsas mundiais

Bolsas mundiais têm alta com plano de infraestrutura americano e indicadores industriais no radar

Plano do presidente americano inclui gastos em estradas e pontes, assim como em energia verde e melhorias nos sistemas de água.

Stock market or forex trading graph chart suitable for financial investment concept. Economy trends background for business idea. Abstract finance background. Vector illustration
(berya113/Getty Images)

As bolsas mundiais têm altas nesta quinta-feira (1º), após o presidente Joe Biden divulgar dados sobre o seu plano de investimento em infraestrutura. Investidores também reagem a indicadores sobre atividade industrial na Europa e na China, e aguardam dados sobre desemprego nos Estados Unidos.

Na quarta, Biden apresentou os seu plano de investimentos em infraestrutura, no valor de mais de US$ 2 trilhões. O plano inclui gastos em estradas e pontes, assim como em energia verde e melhorias nos sistemas de água.

É o segundo grande plano de gastos divulgado por Biden, após o presidente americano assinar uma lei de auxílio e estímulo em 11 de março, no valor de US$ 1,9 trilhão.

Ao anunciar o plano de infraestrutura, Biden afirmou: “Com o Plano de Resgate Americano, nós estamos lidando com emergências imediatas. Agora é hora de reconstruir”.

O presidente pretende elevar os impostos corporativos a 28% para financiar o plano. Com ele, Biden diz que espera criar “a economia mais resiliente, inovadora do mundo”, e milhões de “empregos com bons salários”. Biden afirma que pretende revelar a segunda parte do plano nas próximas semanas.

Os índices futuros americanos têm altas nesta quinta de manhã. Investidores ao redor do globo acompanham a divulgação de dados semanais sobre pedidos de auxílio desemprego nos Estados Unidos.

As bolsas asiáticas fecharam com tendência de alta na quinta-feira, com a divulgação de dados econômicos na região.

Na China, o índice Caixin/Markit de manufatura do índice do gerente de compras marcou 50,6 pontos em março, frente à leitura de fevereiro, de 50,9 pontos.

Em comparação, o índice oficial do gerente de compras de manufaturas divulgado na quarta marcou 51,9 pontos, acima da leitura de 50,6 pontos, relativa a março.

O índice Hang Seng Index, de Hong Kong, liderou os ganhos, com alta de 1,97%. Bolsas da China continental também tiveram altas.

PUBLICIDADE

As bolsas europeias sobem nesta quinta, reagindo a uma série de dados divulgados sobre a economia da região. O índice Eurostoxx, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, sobe 0,48%. Todos os setores, com exceção do automobilístico, têm altas. E ações do setor de tecnologia lideram, com alta de 1,5%

A atividade manufatureira na Zona do Euro cresceu no ritmo mais rápido já registrado em março. A medição final do índice do gerente de compras IHS Markit manufatureiro marcou em 62,5 pontos em março, frente a 57,9 pontos em fevereiro. Qualquer leitura do índice do gerente de compras acima de 50 pontos indica expansão; abaixo, retração.

A alta foi liderada pela Alemanha, que se aproximou de 66,6 pontos, graças à demanda ressurgente dos Estados Unidos e da China. No entanto, as vendas do varejo da Alemanha em fevereiro ficaram abaixo da expectativa de economistas, subindo 1,2%, ou 9% abaixo do patamar do mesmo período do ano passado.

Veja o desempenho dos principais indicadores às 6h30 (horário de Brasília):
*S&P 500 Futuro (EUA), +0,33%
*Nasdaq Futuro (EUA), +0,91%
*Dow Jones Futuro (EUA), +0,1%
Europa
*Dax (Alemanha), +0,48%
*FTSE 100 (Reino Unido), +0,65%
*CAC 40 (França), +0,4%
*FTSE MIB (Itália), +0,35%
Ásia
*Nikkei (Japão), +0,72% (fechado)
*Hang Seng Index (Hong Kong), +1,97% (fechado)
*Kospi (Coreia do Sul), +0,85% (fechado)
*Shanghai SE (China), +0,71% (fechado)
Commodities e bitcoin
*Petróleo WTI, +1,94%, a US$ 60,3 o barril
*Petróleo Brent, +1,66%, a US$ 63,8 o barril
*Bitcoin, +1,88%, a US$ 59.250,66
Sobre o minério: **Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com alta de 2,79%, cotados a 975,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 148,39 (nas últimas 24 horas).
USD/CNY = 6,57

Entre no grupo do InfoMoney no Telegram para ter acesso a este conteúdo e faça parte de uma comunidade de mais de 160 mil pessoas que acompanham a plataforma.

O Telegram do InfoMoney oferece gratuitamente uma cobertura em tempo real do mercado financeiro. Traz também análises e as principais notícias que movimentam as Bolsas, aqui e no exterior.