Efeito coronavírus

Bolsas de Wall Street voltam a despencar após segundo circuit breaker na semana por coronavírus

Mercados acionários globais reagem à fala de Donald Trump suspendendo voos vindos da Europa para os EUA

SÃO PAULO — Os principais índices de ações dos Estados Unidos ampliaram a queda nesta quinta-feira (7) após terem acionado, mais cedo, o segundo circuit breaker da semana.

O S&P 500, que registrou queda de 7% e provocou a paralisação temporária por 15 minutos do pregão, operava em baixa de 5,85% às 12h (de Brasília), aos 159.92 pontos.

No mesmo horário, o Dow Jones registrava forte perda de 6,97%, aos 1.642,34 pontos, enquanto a Nasdaq tinha desvalorização de 5,42%, para 431.38 pontos.

Os investidores repercutem negativamente as medidas anunciadas na véspera pelo presidente americano Donald Trump. Ele declarou a suspensão por 30 dias de voos vindos de 26 países da Europa para os Estados Unidos.

A medida, segundo o governo dos EUA, visa evitar a propagação dos casos de coronavírus na economia americana. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de pacientes confirmados com a doença já passa de 128 mil no mundo.

A decisão de Trump gerou críticas pelo mundo inteiro, inclusive por parte da OMS, que afirmou que o momento é para cooperação internacional e não isolamento. Os impactos econômicos da medida sobre as companhias aéreas e outras empresas do setor de turismo devem se refletir na atividade global.

Ontem, as Bolsas de Wall Street entraram oficialmente em bear market, quando da máxima à mínima no ano a oscilação dos índices acionários supera 20% de baixa.

Nesta quinta-feira, além dos EUA, a Europa e a Ásia também viram seus mercados acionários derreterem repercutindo a fala de Trump.

Aqui no Brasil, o Ibovespa, por ora, teve dois circuit breakers hoje — o segundo quando atingiu baixa de mais de 15%. Na semana, o índice já teve quatro paralisações forçadas dos negócios.

Aproveite as oportunidades para fazer seu dinheiro render mais: abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações!