5 assuntos

Bolsas da Europa e índices futuros dos EUA sobem; IPCA de fevereiro e mais assuntos que vão movimentar o mercado hoje

Europa registra ganhos de olho em dados da economia do Reino Unido, com PIB acima do esperado; por aqui, projetos de combustíveis também estão no radar

Por  Equipe InfoMoney

Os índices futuros dos EUA operam com leve alta na manhã desta sexta-feira (11), enquanto os mercados europeus têm ganhos mais expressivos, com investidores avaliando a alta da inflação nos EUA e uma surpresa dura do Banco Central Europeu, em meio aos desenvolvimentos da guerra na Ucrânia. Na Europa, atenção ainda para os dados do Reino Unido. 

Foi informado na véspera que a inflação de preços ao consumidor nos Estados Unidos atingiu 7,9% ao ano em fevereiro, seu nível mais alto desde janeiro de 1982, com os custos de alimentos e energia empurrando os preços para cima.

A invasão da Ucrânia pela Rússia e a subsequente enxurrada de sanções econômicas ocidentais contra Moscou aumentaram as pressões sobre os preços que já estavam causando dores de cabeça para os formuladores de políticas do Banco Central Europeu. A impressão de inflação alta reforçou as expectativas de aumentos mais agressivos nas taxas de juros.

Já as ações asiáticas fecharam majoritariamente em baixa nas negociações de sexta-feira, repercutindo as perdas em Wall Street na noite de ontem. 

No Brasil, os investidores esperam pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) referente a fevereiro, que sai às 9h. Analistas ouvidos pela Refinitiv projetam um aumento mensal de 0,96%, o que elevaria o IPCA de 12 meses para 10,50%. 

Depois do reajuste da Petrobras, de 24,9% no diesel e de 18,7% na gasolina, alguns especialistas estimam inflação de 7% em 2022. No Congresso, a elevação dos combustíveis ajudou a pressionar pela aprovação do projeto que muda a cobrança do ICMS e permite a redução dos preços. Dessa forma, o governo ganhou tempo para esperar que as coisas se acomodem no ambiente externo, antes de adotar medidas como o subsídio direto.

Do lado corporativo, a operadora aérea Gol (GOLL4) divulga seus resultados do quarto trimestre, antes da abertura dos mercados.

1. Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA registram leves ganhos nesta manhã de sexta-feira (11). A sessão da véspera foi de queda para os índices à vista, à medida que investidores avaliam a alta da inflação e os desenvolvimentos nas negociações entre russos e ucranianos.

O relatório de inflação de quinta-feira mostrou que o índice de preços ao consumidor atingiu 7,9% em fevereiro, um novo recorde de 40 anos. Isso foi um pouco acima dos 7,8% esperados para o ano, segundo estimativas da Dow Jones. O CPI ganhou 0,8% em relação ao mês anterior, acima das estimativas de 0,7% para o mês.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,29%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +0,39%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +0,45%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam em baixa, acompanhando as perdas durante a noite em Wall Street, enquanto a guerra Rússia-Ucrânia continua mantendo os investidores cautelosos.

O Nikkei 225 no Japão caiu 2,05% para fechar em 25.162,78, perdendo parte de seu ganho de quase 4% na quinta-feira .

  • Shanghai SE (China), +0,41%
  • Nikkei (Japão), -2,05% 
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -1,61% 
  • Kospi (Coreia do Sul), -0,71%

Europa

Os mercados europeus sobem à medida que os investidores digerem uma enxurrada de indicadores econômicos em todo o continente nesta sexta-feira, incluindo as impressões da inflação alemã de fevereiro e os números do Produto Interno Bruto, construção, manufatura e produção industrial do Reino Unido para janeiro.

A economia do Reino Unido se recuperou mais fortemente do que o esperado em janeiro, após sua desaceleração induzida pelo Covid no final de 2021. O Escritório de Estatísticas Nacionais disse que o PIB cresceu 0,8% mês a mês após uma queda de 0,2% em dezembro, superando amplamente as expectativas de crescimento de 0,2% em uma pesquisa da Reuters com economistas.

A inflação alemã acelerou em fevereiro, com os preços harmonizados ao consumidor subindo 5,5% ano a ano.

  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,83%
  • DAX (Alemanha), +0,63%
  • CAC 40 (França), +0,35%
  • FTSE MIB (Itália), -0,16%

Commodities

Em uma semana de negociações voláteis marcadas por conversas sobre embargos de petróleo russos e potenciais adições de oferta do Irã, Venezuela e Emirados Árabes Unidos, enquanto os combates se intensificam na Ucrânia, os preços do petróleo sobem nesta sexta-feira, mas caminham para uma queda semanal.

  • Petróleo WTI, +2,36%, a US$ 108,44 o barril
  • Petróleo Brent, +2,72%, a US$ 112,30 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 3,79%, a 822,00 iuanes, o equivalente a US$ 129,91

Bitcoin

  • Bitcoin, -6,11% a US$ 39.106,13 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

A semana termina com a divulgação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) referente a fevereiro. O consenso Refinitiv aponta para um aumento mensal de 0,95%, o que elevaria o IPCA de 12 meses para 10,50%.

“A leitura será pressionada por itens fora do núcleo, como taxas de matrícula, alimentação doméstica e veículos novos e usados. O núcleo da inflação também continua sob pressão, tanto para preços de bens quanto de serviços. Por outro lado, preços regulados, como energia elétrica e combustíveis, além de passagens aéreas, devem apresentar alguma deflação nessa leitura”, afirmam os analistas do Itaú.

Brasil

9h: IPCA de fevereiro, com expectativa de alta de 0,88%, segundo consenso da Reuters

11h: Cerimônia de lançamento do Plano Nacional de Fertilizantes

EUA

12h: Confiança consumidor Michigan

15h: Contagem de sondas Baker Hughes

3.  Câmara aprova texto-base que altera cobrança do ICMS sobre combustíveis

A Câmara dos Deputados aprovou na noite de ontem (10) o texto-base do projeto que determina que os estados e o Distrito Federal adotem uma alíquota única de ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias) sobre cada combustível.

O texto tem origem na Câmara, onde foi aprovado em outubro de 2021. Hoje, o projeto passou no Senado, só que com alterações, por isso teve que ser analisado outra vez pelos deputados.

Além da alíquota única do ICMS em todo país, o PLP (projeto de lei complementar) 11/2020 determina também que a cobrança do imposto seja de um valor fixo sobre o litro de cada combustível. Hoje, a alíquota é um percentual sobre o preço.

Senado aprova projeto que cria fundo de estabilização dos preços dos combustíveis

O Senado aprovou nesta quinta-feira (10), por 61 votos a favor e 8 contra, o PL (projeto de lei) 1.472/2021, que cria um fundo de estabilização dos preços de combustíveis — chamado de CEP.

A proposta também estabelece a ampliação do auxílio-gás para 11 milhões de famílias e cria um auxílio-gasolina entre R$ 100 e R$ 300 para taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos com renda de até 3 salários mínimos.

Agora, o texto segue para votação na Câmara dos Deputados. Entre os senadores que votaram contra a aprovação do projeto está Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Reajuste anunciado pela Petrobras foi tapa na cara do País, diz Lira

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou ontem, 10, que o reajuste nos preços dos combustíveis anunciado pela Petrobras (PETR3;PETR4) lhe “causou espanto” e que a medida é uma insensibilidade da estatal com os brasileiros, “os verdadeiros donos da companhia”. “O aumento de hoje foi um tapa na cara de um país que luta para voltar a crescer”, criticou em publicação no Twitter.

A empresa anunciou aumento de 18,7% para a gasolina, 24,9% para o diesel, e 16% no gás de cozinha, reduzindo assim a defasagem da estatal em relação ao mercado internacional, que já beirava os 50%. “Após 57 dias, a Petrobras fará ajustes nos preços de gasolina e diesel. E, após 152 dias, a Petrobras ajustará preços de GLP”, informou a empresa em nota.

4. Covid

Na última quinta-feira (10), o Brasil registrou 559 mortes e 53.796 casos de covid-19 em 24h, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 500, recuo de 32% em comparação com o patamar de 14 dias antes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 48.803, o que representa queda de 44% em relação ao patamar de 14 dias antes. 

Chegou a 157.257.686 de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 73,2% da população.

O número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose de vacinas atingiu 174.176.783 pessoas, o que representa 81,08% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 68.334.090 pessoas, ou 31,81% da população.

5. Radar Corporativo

A companhia aérea Gol (GOLL4) divulga hoje (11) seu balanço do quarto trimestre de 2021, antes da abertura dos mercados.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A partir desta sexta-feira (11), o preço médio de venda da gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro, uma alta de 18,77%. Considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro e 73% de gasolina A para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,37, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,54 por litro, ou 18,57%.

B3 (B3SA3)

A B3 (B3SA3) informou que o volume médio diário negociado no segmento de ações somou R$ 32,738 bilhões em fevereiro.

Essa cifra representa um aumento de 6,8% ante janeiro, mas uma queda de 17,1% sobre fevereiro do ano passado. Segundo a bolsa, no mercado à vista o volume somou R$ 31,735 bilhões, alta de 7% sobre janeiro e retração de 16,9% sobre fevereiro do ano passado.

Arezzo (ARZZ3)

A Arezzo (ARZZ3) registrou lucro líquido de R$ 103,9 milhões no quarto trimestre de 2021, o que representa um crescimento de 32,8% em relação ao mesmo trimestre de 2020.

Segundo a varejista, o lucro foi influenciado positivamente pela forte performance operacional da Arezzo&Co no período e incorporação da AR&CO.

C&A (CEAB3

A C&A (CEAB3) registrou lucro líquido de R$ 154,4 milhões no quarto trimestre de 2021 (4T21), cifra 41,2% superior ao reportado no mesmo trimestre de 2020.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe