Feliz Natal?

Blog do Financial Times satiriza Dilma com rena de nariz vermelho

Conto de Natal conta ainda com a presença de Mario Draghi, Guido Mantega, Xi Jinping e David Cameron

SÃO PAULO – O conto de natal do blog Beyond Bricks, do Financial Times, satirizou a economia mundial e principalmente a brasileira, com a presidente Dilma Rousseff interpretando a rena de nariz vermelho “Roussolph” e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, representando um elfo vidente.

O “Santa Capital” (uma alusão ao Papai Noel) começa o conto dizendo que os personagens são praticamente os mesmos de 2011, exceto pela troca do novo representante da América Latina: agora o escolhido para representar os latino-americanos é Peña Nieto, novo presidente do México, e não mais a “rena” Dilma. O Papai Noel escolhe ainda o novo presidente chinês, Xi Jinping, como o líder.

Dilma não aceita ser trocada, e inicia uma série de tentativas de continuar no grupo. Entre outros argumentos, Santa Capital argumenta que o nariz vermelho faz a rena parecer socialista e que crianças não acreditam em socialistas. “Quem confia em um socialista para trazer brinquedos?”, questiona o Papai Noel. Já o chinês, mesmo sendo comunista, é aceito “dizer sempre as coisas certas” – logo após Santa Capital dizer isso, Xi Jinping aparece dizendo: “Olá! Vamos lutar contra a corrupação! Tchau!”.

Dilma diz então que seus chifres são os sextos maiores do mundo, o que é negado por David Camerolph, representante da Inglaterra. A rena reclama então que seus chifres não estão crescendo rápido, e entra em cena Guido Mantega, o elfo, que promete à Roussolph que seus chifres crescerão um metro no próximo ano – fazendo alusão às previsões “otimistas demais” feitas pelo ministro da Fazenda durante 2012.

Quando questionado da veracidade da projeção, o elfo explica que pegou a média das estimativas dos outros elfos e multiplicou por dois. Dilma responde a ele com uma pergunta: “Por que eu não te demito?”. Mantega responde com outra pergunta: “Por que a ‘The Economist’ pediu isso?”.

No momento em que Roussolph diz que está vivendo uma tragédia grega, surge o mágico Draghi (Mario Draghi, presidente do BCE – Banco Central Europeu), prometendo levar a rena de volta aos tempos em que seu nariz vermelho brilhava com orgulho, os anos 1970. “Você vai voltar para o tempo em que você era futuro!”, exclama o mágico.