Em mercados / bitcoin

Bitcoin: G20 anima o mercado antes de debate sobre regulação e criptomoeda sobe para US$ 8.500

Conselho de Estabilidade Financeira afirmou em carta que o Bitcoin não representa riscos para a estabilidade financeira global

Bitcoin
(Shutterstock)

SÃO PAULO - Após um fim de semana de pânico entre os investidores, nesta segunda-feira (19) o mercado de criptomoedas teve motivos para se animar novamente diante da reunião do G20 na Argentina. No domingo, o bitcoin chegou a cair para US$ 7.200, mas nesta tarde voltou a subir, com ganhos de 5% às 19h20 (horário de Brasília), a US$ 8.500.

O FSB (Conselho de Estabilidade Financeira), um organismo de controle global que administra a regulamentação financeira para as economias do G20, tomou um tom cauteloso em uma carta aos seus membros no domingo, respondendo às chamadas de alguns países para reprimir as moedas digitais.

"A avaliação inicial do FSB é que as criptomoedas não representam riscos para a estabilidade financeira global neste momento", disse Mark Carney, presidente do Conselho de Estabilidade Financeira. Carney, que também é presidente do Banco da Inglaterra, apontou ainda para o tamanho relativo das moedas digitais e disse que "mesmo em seu pico recente, seu valor combinado de mercado global era de menos de 1% do PIB global".

Quer investir em ações pagando só R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear

O presidente do FSB também disse ter convicção de que, mesmo em caso de mudanças na administração, seu departamento não desenvolverá novos padrões para regular as criptomoedas, optando pela melhoria dos padrões existentes. "O FSB está cada vez mais longe de criar novas iniciativas políticas, preferindo a implementação dinâmica e avaliação cuidadosa do efeito das reformas do G20", disse.

O principal debate sobre as moedas digitais ocorre nesta terça-feira (20), com a presença dos principais líderes econômicos do mundo, com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, representando os EUA. É esperado que o Japão tome a frente no debate, que deve ser levado na expectativa por uma regulação global sobre as criptomoedas.

 

Contato