Forte queda

Bitcoin perde US$ 10 mil de valor em uma hora com forte correção após bater máxima histórica

Mesmo com essa forte queda, a criptomoeda acumula alta de 382% nos últimos seis meses, e de 90% este ano

SÃO PAULO – Após renovar sua máxima histórica nos últimos dias, acima de US$ 64 mil, o Bitcoin passa por uma forte correção neste domingo (18), chegando a perder cerca de US$ 10 mil de valor em apenas uma hora.

Durante a madrugada, a maior criptomoeda do mundo caiu de um valor de US$ 60 mil para pouco mais de US$ 50 mil. Nas horas seguintes, porém, o ativo conseguiu recuperar parte das perdas.

Às 11h20 (horário de Brasília), o Bitcoin registrava perdas de 9,3% no acumulado de 24 horas, cotado a US$ 55.114. No Brasil, a queda era de 9,6% no mesmo horário, para R$ 309.493.

Não há uma notícia específica que explique o movimento, mas uma correção neste momento é tratada como esperada por especialistas diante do forte rali da moeda digital nos últimos meses.

Desde outubro do ano passado, quando teve início o rali mais forte do Bitcoin, a valorização acumulada até ontem era de 435%, enquanto em 2021 os ganhos eram de 115%. E mesmo com essa queda de momento, a criptomoeda tem alta de 382% nos últimos seis meses, e de 90% este ano.

Estes ganhos recentes têm sido creditados principalmente à entrada de grandes empresas no mundo dos criptoativos, como PayPal, Square, Tesla e o banco BNY Mellon. Isso tem elevado a credibilidade do Bitcoin dentro do mercado tradicional, o que ajuda os preços também.

Em especial na última semana, essa melhora na visão do mundo sobre a moeda digital culminou na estreia da Coinbase, a maior corretora de criptoativos dos Estados Unidos, na bolsa americana Nasdaq, que em seu primeiro pregão ficou avaliada em cerca de US$ 85 bilhões.

A queda durante esta madrugada também levou à liquidação de US$ 7,6 bilhões em posições compradas (long) em Bitcoin em apenas uma hora. Como comparação, em 24 horas, o total liquidado foi de US$ 9,2 bilhões.

O movimento do Bitcoin também foi seguido por praticamente todo o mercado. Nove das dez maiores moedas digitais do mundo registram perdas entre 9% e 20%, incluindo o Ethereum e XRP, que também renovaram máxima recentemente.

PUBLICIDADE

A exceção fica para a Dogecoin, que nas últimas 24 horas acumula ganhos de 26%, enquanto nos últimos sete dias a valorização chega a mais de 300%, dando continuidade ao que foi visto desde o início da semana (clique aqui para saber mais).

Quer investir nos criptoativos que podem fazer com o dinheiro o mesmo que a internet fez com o fax? Assista à Masterclass gratuita O Triunfo Inevitável do Ouro Digital.