Bitcoin sobe após decisão monetária dos EUA e volta aos US$ 42 mil

O Fed decidiu manter a taxa de juros no patamar atual de 5,25% a 5,50% ao ano

Lucas Gabriel Marins

Bloomberg

Publicidade

O Bitcoin (BTC) sobe na tarde desta quarta-feira (13) após o Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) divulgar a nova taxa básica de juros do país.

Os membros da Fed decidiram manter a taxa de juros no patamar atual de 5,25% a 5,50% ao ano, como esperado pelo mercado. De acordo com a ferramenta CME Fed Watch, 98,2% dos agentes apostavam na manutenção.

Por volta das 16h, o BTC opera em alta de 2,20%, a US$ 42.180, segundo a ferramenta CoinMarketCap. Com a reação, a cripto se recupera das perdas da manhã.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

As principais altcoins também sobem nesta tarde. O Ethereum (ETH) avança 2,10%, para US$ 2.231, o XRP (XRP) valoriza 0,56%, para US$ 0,61, e a Cardano (ADA) dispara 7%, para US$ 0,62.

Desde o final de semana, o BTC vinha operando no vermelho em meio a liquidações em massa e realização de lucros de grandes players, chamados de “baleias”. No ano, a criptomoeda subiu 150%.

O mercado cripto acompanha Wall Street. Dow Jones sobe 0,56% nesta tarde, S&P 500 avança 0,62% e Nasdaq registra alta de 0,15%.

Lucas Gabriel Marins

Jornalista colaborador do InfoMoney