Bitcoin cede, mas garante melhor ano desde 2020 – e investidores sacam BTC em massa

O equivalente a US$ 1,19 bilhão em BTC foi sacado em apenas um dia, maior valor dos últimos 12 meses

Paulo Barros

Publicidade

O Bitcoin (BTC) amanhece em baixa na última sexta-feira de 2023, mas não o suficiente para impedir sua melhor performance anual desde 2020, quando a enxurrada de estímulo monetário para enfrentar a crise da Covid fez a moeda digital valorizar mais de 300%, segundo informações da plataforma TradingView. Dessa vez, o ganho é cerca da metade, próximo de 160% em 12 meses. Às 8h30, o BTC era negociado a US$ 42.746, queda de 0,8% nas últimas 24 horas.

Mas o dado mais importante para o investidor próximo da virada para 2024 vem de um comportamento identificado nos fluxos de criptomoedas. Dados levantados pela casa de análise Glassnode apontam que a última quarta-feira (27) foi o dia com o maior volume de saques de Bitcoin de exchanges em 12 meses: 28.000 BTC, avaliados em US$ 1,19 bilhão, deixaram as bolsas de ativos digitais.

No mundo das criptomoedas, saques em massa de ativos das exchanges são vistos como um sinal positivo para a dinâmica de preço: fora das corretoras, as criptos são normalmente guardadas em armazenamento offline, o pode indicar menor propensão de vendê-las no curto prazo.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

De acordo com a CryptoQuant, apenas a Coinbase, vista como tendo mais peso entre investidores institucionais, viu um volume de saques de 18.000 BTC na quarta. O movimento é mais uma vez encarado por agentes como sinal de antecipação de parte do mercado à esperada aprovação do primeiro ETF (fundo de índice) com exposição direta ao BTC nos Estados Unidos.

Nesta semana, a a Microstrategy, maior detentora institucional da criptomoeda, aumentou sua participação no ativo, que agora passa de US$ 8 bilhões. Já a gestora Ark, de Cathie Wood, montou posição no ETF de futuros de Bitcoin da ProShares nos EUA. À Bloomberg, ela falou que, embora não haja 100% de certeza de que o ETF à vista será liberado, as chances aumentaram por conta de um maior engajamento de reguladores, o que não aconteceu no passado.

“Não sabemos exatamente quais serão aprovados e se eles atenderam a todos os critérios que a SEC nos apresentou”, disse ela. “[Mas] estamos tão otimistas em relação ao Bitcoin como sempre estivemos.”

Continua depois da publicidade

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 8h15:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 42.746-0,80%
Ethereum (ETH)US$ 2.368-1,30%
BNB Chain (BNB)US$ 317-3,90%
Solana (SOL)US$ 108+2,50%
XRP (XRP)US$ 0,630-2,60%
Fonte: Coingecko

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bonk (BONK)US$ 0,000016+22,60%
Sei (SEI)US$ 0,541397+11,80%
Kaspa (KAS)US$ 0,118732+10,00%
Ordi (ORDI)US$ 76,88+7,10%
Iota (MIOTA)US$ 0,306333+6,90%
Fonte: Coingecko

As criptomoedas com as maiores baixas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
CorgiAI (CORGIAI)US$ 0,002523-10,50%
Woo Network (WOO)US$ 0,445029-9,90%
Aave (AAVE)US$ 112-7,30%
Synthetix Network (SNX)US$ 4,08-7,20%
Wemix (WEMIX)US$ 2,92-4,90%
Fonte: Coingecko

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 33,05+0,27%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 48,96+0,16%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 33,55+0,87%
Hashdex DeFi (DEFI11)R$ 27,88+7,68%
Hashdex Smart Contract Plataform FI (WEB311)R$ 32,04-2,82%
Hasdex Crypto Metaverse (META11)R$ 36,02+0,05%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 13,38+0,45%
QR Ether (QETH11)R$ 8,45+1,93%
QR DeFi (QDFI11)R$ 3,98+14,36%
Cripto20 EMPCI (CRPT11)R$ 9,32-0,53%
Investo NFTSCI (NFTS11)R$ 12,07-8,97%
Investo BLOKCI (BLOK11)R$ 152,48-3,36%
Fonte: B3

(Com Bloomberg)

Paulo Barros

Editor de Investimentos