Estatal

Bastou frase do presidente sobre privatização para Petrobras subir, diz Guedes

"Não adianta ficar uma placa dizendo que é estatal e o petróleo não sai do chão e quando sai, sai com corrupção", disse Guedes

(Isac Nóbrega/PR)

BRASÍLIA – O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta segunda-feira (25) que bastou frase do presidente Jair Bolsonaro sobre privatização da Petrobras (PETR3;PETR4) mais cedo para as ações da estatal subirem, defendendo nesse contexto a destinação de R$ 30 bilhões aos mais pobres via Auxílio Brasil.

“Não adianta ficar uma placa dizendo que é estatal e o petróleo não sai do chão e quando sai, sai com corrupção”, disse Guedes em evento no Planalto, pontuando que essa extração tem que ser mais rápida.

“Bastou o presidente dizer ‘olha, vamos estudar isso aí, isso é um problema’ que o negócio sobe 6%. De repente são mais duas, três semanas, se isso acontecesse, são 100-150 bilhões (de reais) criados, isso não existia”, afirmou ele.

“Não dá para dar 30 bilhões para os mais frágeis num momento terrível como esse se basta uma frase do presidente para aparecer 100 bilhões, brotar do chão de repente? Por que que nós não podemos pensar ousadamente a respeito disso?”, complementou.

Dados do Caged

Guedes adiantou ainda, no mesmo evento, nesta segunda-feira, que o resultado do Caged de setembro, que será divulgado na terça-feira, 26, deve trazer um novo resultado recorde com a geração líquida de mais de 300 mil empregos. “Amanhã, possivelmente vamos soltar Caged com mais de 300 mil empregos”, disse.

E afirmou: “O Brasil foi o país que caiu menos, voltou mais rápido e está crescendo mais do que a média de todos os outros países. Com a vacinação em massa avançando, a economia está voltando com muita força. À medida que avançamos com reformas, vai ficando claro para o mundo que seguimos com sua modernização.”

Matriz energética

Em meio à crise hídrica, o ministro da Economia disse ainda que o Brasil tem a matriz energética “mais limpa e flexível do mundo”. “Vamos desde a energia suja, do petróleo até o hidrogênio verde e a nuclear. Criamos o marco regulatório do gás natural e os investimentos virão em resposta a essa crise energética. O Brasil tem todas as ferramentas para vencer essa guerra, essa crise energética no mundo”, afirmou.

(Com Reuters e Estadão Conteúdo)

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE