Banco do Brasil (BBAS3): acionistas aprovam desdobrar ações na proporção de 1 para 2

O desdobramento será replicado nos Recibos Depositários Americanos (ADRs) do banco, negociados no mercado de balcão dos Estados Unidos

Equipe InfoMoney

(Divulgação)

Publicidade

Os acionistas do Banco do Brasil (BBAS3) aprovaram o desdobramento das ações da instituição financeira na proporção de 1 para 2 em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) realizada nesta sexta-feira (2).

O desdobramento será replicado nos Recibos Depositários Americanos (ADRs) do banco, negociados no mercado de balcão dos Estados Unidos. 

O Conselho de Administração do banco estatal havia encaminhado a proposta de desdobramento para a AGE em 8 de dezembro do ano passado.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Na ocasião, Geovanne Tobias, vice-presidente de gestão financeira e relações com investidores do Banco do Brasil, disse que a intenção com a medida era democratizar o acesso às ações do banco para os investidores, em especial as pessoas físicas. Em 2023, os papéis subiram 76%.

Na AGE, foi aprovada ainda a alteração do estatuto social do banco para: (i) alinhá-lo ao Regulamento do Novo Mercado, (ii) melhor disciplinar o processo de voto múltiplo e (iii) refletir a nova organização básica dos órgãos da Presidência da República e dos Ministérios e a vinculação das entidades da administração pública federal indireta.

O que é desdobramento de ações?

No desdobramento ou split, a companhia aumenta a quantidade de ações em circulação, sem aumentar o seu capital social.

Continua depois da publicidade

Assim, a empresa aumenta a liquidez de seus ativos, deixando as ações “mais acessíveis” para o pequeno investidor.

Lembrando que é possível adquirir ações de forma fracionada, o que reduz o custo também para a aquisição das ações.

No mais, é importante ressaltar que essa operação em nada muda os valores na carteira de investidores que já aplicam no Banco do Brasil.