Perspectivas

B3 fechada no Carnaval, PIB do Brasil de 2021 e emprego nos EUA: o que acompanhar na semana

Tudo o que o investidor precisa saber antes de operar na semana

Por  Mitchel Diniz -

O mês de fevereiro chega ao fim em uma semana mais curta aqui no Brasil. Na segunda-feira (28) e na terça-feira (1) a Bolsa brasileira estará fechada em função do carnaval. Os negócios serão retomados na quarta-feira (2), a partir das 13h. Mesmo com a jornada reduzida, os investidores devem permanecer atentos a escalada dos conflitos na Ucrânia.

Na semana passada, as Bolsas responderam de forma amena à invasão russa ao país vizinho. Os analistas explicam que o medo de que os Estados Unidos entrem na guerra, além das sanções já impostas à Rússia, diminuiu. Os próximos passos dos EUA e aliados serão monitorados e poderão mudar o rumo dos mercados a depender do que for decidido.

Mesmo curta, não significa que será uma semana sem indicadores importantes. Na sexta-feira, sai o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro do quarto trimestre de 2021 e do acumulado do ano passado. O mercado está dividido. O consenso aponta para uma retração de 0,2% no quarto tri em relação ao terceiro e uma alta de 2,4% na comparação anual. O Itaú aposta em variação mensal positiva de 0,1%.

O Bradesco é mais otimista e projeta expansão mensal de 0,4%. “Se confirmada a nossa projeção, o PIB deve ter crescido 4,6% em 2021”, diz a análise do banco.

“Se nossas estimativas estiverem corretas, o PIB cresceria 4,5% em 2021”, afirma o Itaú. Para 2022, o banco espera uma contração de 0,5%, com o impacto de taxas de juros mais altas na demanda.

Antes do PIB, saem os dados da balança comercial referentes à fevereiro. O Itaú prevê superávit de US$ 3,2 bilhões, com um crescimento de 2,6% nas exportações, puxadas por uma alta dos preços das commodities, e importações estáveis.

Na agenda política, voltam à baila as discussões sobre Projetos de Lei que visam reduzir e congelar impostos sobre combustíveis, o que pode aguçar preocupações com as contas públicas brasileiras.

Internacional e corporativo

No exterior, mesmo sem feriado, a agenda de indicadores está relativamente fraca. A semana começa com PMIS nos Estados Unidos e China, na segunda-feira, e na zona do euro e Reino Unido, na terça. Na quarta-feira, os países produtores e exportadores de petróleo (Opep+) dão início a mais uma reunião.

O destaque fica com o payroll, dados oficiais do mercado de trabalho dos Estados Unidos, e que têm sido acompanhados por lupa pelos investidores. É que os números podem indicar os próximos passos do Federal Reserve (Banco Central dos Estados Unidos) em relação ao ciclo de aperto monetário.

O consenso do mercado do mercado aponta para a criação de 450 mil vagas de trabalho no mês uma queda na taxa de desemprego de 4% para 3,9%.

No noticiário corporativo, a agenda de balanços por aqui segue, mas com poucas divulgações pela semana mais curta. Na quinta-feira (3), saem os resultados de AES Brasil (AESB3) e Hering (HGTX3); na sexta-feira (4), tem o balanço de Ferbasa (FESA4).

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe