Varejo

Arezzo será distribuidora exclusiva da Vans no Brasil; ações fecham em alta de 3%

O acordo foi aprovado pelo conselho de administração da Arezzo, em reunião realizada na terça-feira

arrow_forwardMais sobre
Foto: Shutterstock

O conselho de administração da Arezzo (ARZZ3) aprovou acordo entre a companhia e a Vans Inc., segundo o qual passará a ser distribuidora exclusiva de calçados, vestuário e acessórios da marca no território brasileiro. Com isso, as ações registraram um dia de ganhos, fechando com alta de 2,96%, a R$ R$ 51,15, em uma sessão que foi de queda para o Ibovespa.

“A companhia passará a ser distribuidora exclusiva dos Produtos Vans no território brasileiro, pelo prazo inicial de 5 anos a partir de 1º de janeiro de 2020, com possibilidade de extensão por mais 2 anos vinculada ao atingimento de determinadas métricas operacionais e financeiras”, destacou em comunicado ao mercado.

Também foi aprovado acordo para que a Arezzo compre produtos em estoque e ativos fixos, assim como assuma contratos com terceiros relativos à comercialização dos produtos da Vans, parte da VF Corporation.

PUBLICIDADE

A companhia ainda destacou que, como contraprestação, assumiu a obrigação de pagar, no prazo de até 150 dias após o fechamento da operação, o montante estimado de aproximadamente R$ 50 milhões, sendo cerca de R$ 45 milhões em capital de giro referente a estoques e o restante em ativos fixos.

“Operar a marca Vans provavelmente não será muito diferente do que a empresa já faz com suas seis marcas. A Arezzo planeja aumentar a presença da Vans no Brasil usando sua experiência em franquia. Embora o fato relevante não tenha divulgado os números dessa nova iniciativa (por exemplo, royalties), a Arezzo afirmou que a operação deve ter um nível de rentabilidade semelhante ao de suas outras marcas. Vemos a parceria como positiva para a Arezzo, pois a empresa conseguiu criar outros caminhos para crescimento no Brasil a um preço atrativo (pagando apenas pelos estoques da marca e pelos ativos fixos das lojas)”, destaca o Itaú BBA.

O fechamento da operação está sujeito a determinadas condições suspensivas comuns em operações dessa natureza, incluindo a obtenção de aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Invista em ações sem taxa de corretagem: abra sua conta na Clear