Forte disputa no radar

Aneel realiza leilão de transmissão nesta quinta com expectativa de investimentos de R$ 15,3 bi: veja o que esperar

Analistas apontam expectativa por concorrência acirrada, principalmente para lotes maiores, com projeção de ganhos de escala

Por  Equipe InfoMoney

Nesta quinta-feira (30), será promovido o leilão da Aneel para a construção, operação e manutenção de 5,4 mil quilômetros de linhas de transmissão e de 6,2 mil mega-volt-ampères (MVA) em capacidade de transformação de subestações.

O certame ocorrerá a partir das 10h (horário de Brasília), na sede da B3 em São Paulo.

Serão licitados na ocasião 13 lotes para a construção e a manutenção de 5.425 quilômetros de linhas de transmissão e de 6.180 mega-volt-ampéres (MVA) em capacidade de transformação de subestações.

Os empreendimentos, com prazo de conclusão de 42 a 60 meses, contemplarão os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

A expectativa de investimento é de R$ 15,3 bilhões. São previstos 31.697 empregos diretos durante o período de construção das instalações.

A sessão será iniciada com os lotes 1, 2 e 3, com instalações localizadas nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo. Destinados ao escoamento da energia gerada por fontes renováveis, os três possuem expectativa de investimento de R$ 12,27 bilhões.

Ainda pela manhã, também serão apregoados os lotes 9, 10 e 11, nos estados de Mato Grosso, Pará, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. Eles trazem empreendimentos anteriormente licitados, porém não implantados e com caducidade dos contratos declarada pelo Ministério de Minas e Energia (MME).

No período da tarde, a partir das 13h, serão leiloados os lotes 4, 5, 6, 7, 8, 12 e 13. Os lotes 8 e 12 também se referem a empreendimentos anteriormente licitados e não implantados, nos estados de Rondônia e Amazonas.

Os analistas do Bradesco BBI esperam uma concorrência acirrada e, por consequência, retornos baixos para os ganhadores.

Entre as empresas listadas em Bolsa, o BBI espera licitações da Copel (CPLE6) e da Engie (EGIE3)- parceria de 49% e 51% anunciada – para os Lotes 1, 2 e/ou 3. Taesa (TAEE11) e Transmissão Paulista (TRPL4) podem estar mais interessadas no Lote 2 (mas estudarão todos os projetos). Outros players que estão no radar são Neonergia (NEOE3), Equatorial (EQTL3), CPFL (CPFE3), Alupar (ALUP11) e Energisa (ENGI11).

O Itaú BBA ressalta que os lotes 1, 2 e 3 são os maiores projetos, representando cerca de 80% do capex (investimento em capital) total projetado e do teto de receita. Eles estão localizados no extremo norte do estado de Minas Gerais para apoiar a expansão da energia renovável (principalmente geração solar) nesta região.

Alguns dos lotes restantes (8 a 12) estão relacionados a projetos que já foram leiloados mas não concretizados e cujos contratos já expiraram.

Dentre os players listados, os analistas do banco destacam potenciais licitações da Transmissão Paulista, Taesa, Alupar, Copel, Engie, Neoenergia, Energias do Brasil (ENBR3), Energisa, Cemig (CMIG4), Equatorial e CPFL, também destacando que a Copel e a Engie já anunciaram parceria para concorrer ao leilão.

“A competição entre os players listados provavelmente será difícil. Apesar do aumento das taxas de juros no Brasil e uma deterioração recente do cenário macro, acreditamos que as empresas provavelmente tenham apetite, principalmente pelos lotes maiores (1,2 e 3). Estes são os lotes esperados com maiores ganhos de escala”, avaliam.

Como nota positiva, o BBA destaca que a Aneel melhorou os termos do edital de licitação para eliminar potenciais players que não possam cumprir com os investimentos necessários. Dito isso, as empresas interessadas ​​agora devem apresentar a soma dos investimentos já comprometidos em leilões anteriores nos últimos 18 meses (se for o caso) para provar que tem força econômico-financeira para licitar em um novo projeto.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe