Diluiu

Amazon (AMZO34) fecha em alta de 1,99% após desdobramento de ações, mas acumula queda de 25% no ano em NY

Empresa enfrenta turbulenta das “techs” na Bolsa, mas analistas veem potencial de valorização em ações

Por  Equipe InfoMoney -

No primeiro dia de negociações após o desdobramento de suas ações, a Amazon (AMZO34) teve uma sessão de ganhos na Bolsa e chegou a atingir seu maior preço em mais de mês. Os papéis foram desdobrados nesta segunda-feira na proporção de 1 para 20.

A divisão, aprovada pelos acionistas da empresa no mês passado, não altera o valor de mercado da companhia, mas dilui o preço por ação e torna o papel mais acessível a bolsos menores. A última vez que a Amazon havia feito um desdobramento parecido foi em 1999. Os investidores geralmente interpretam os desdobramentos de ações como sinais de confiança da administração, lembrou o Wall Street Journal na edição de hoje.

O desdobramento foi anunciado em 9 de março. “Esta divisão dará aos nossos funcionários mais flexibilidade na forma como eles administram seu patrimônio em ações da empresa e tornaria o preço mais acessível para pessoas que desejam investir na companhia”, disse a Amazon, em comunicado da época.

Em relatório do mesmo período, o Morgan Stanley afirmou que o desdobramento é visto como “parte de uma série de movimentações amigáveis aos acionistas, que podem catalisar o potencial de expansão”.

Os papéis AMZN fecharam em alta de 1,99%, a US$ 124,79 na Nasdaq. Apesar dessa primeira reação positiva do mercado ao desdobramento, a ação da empresa acumula queda de mais de 25% no ano. Os BDR’s da companhia (AMZO34) subiam 2,70%, a R$ 3,80.

A Amazon também foi impactada pelo momento turbulento para as companhias de tecnologia – em um cenário de juros mais altos, essas empresas veem suas lucratividades futuras ameaçadas e isso têm se refletido nas ações das techs.

Leia mais: Queda das ações leva gestoras brasileiras a aumentar posição em big techs como Google e Microsoft

Ainda assim, a maioria dos analistas consultados pela Reuters vê potencial de valorização para o papel. Na média, a recomendação é de compara para o papel e preço-alvo de US$ 178,49, o que representa um potencial de valorização de mais de 40%.

Tesla (TSLA34) e Alphabet (GOGL34) também anunciaram desdobramentos este ano.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe