Em mercados / acoes-e-indices

Ibovespa salta quase 3% e dólar cai a R$ 3,73 com indicação ao BC e alívio em tensão entre EUA e China

Na semana, o principal índice da B3 acumulou ganhos de 3,13% e o dólar caiu mais de 1% com declaração de vice-presidente do Fed

Ações
(Shutterstock)

SÃO PAULO - A bolsa brasileira ganhou força na tarde desta sexta-feira (16) e encerrou em suas máximas após o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmar que está otimista em relação a uma solução na disputa comercial com a China.

"Podemos não ter que fazer isso, a China gostaria de fazer um acordo", disse Trump sobre a imposição de tarifas adicionais aos produtos chineses que vem estremecendo os mercados nas últimas semanas. Trump tem um encontro marcado com o presidente chinês XI Jinping no fim de novembro.

Ibovespa encerrou com alta de 2,96%, aos 88.515 pontos, nas máximas do dia. O volume negociado foi de R$ 15,93 milhões. Na semana, o principal índice da B3 acumulou ganhos de 3,13%. 

O contrato de dólar futuro com vencimento em dezembro recuou 1,10%, para R$ 3,746, e o dólar comercial teve perdas de 1,32%, cotado a R$ 3,738 na venda. 

O vice-presidente do Federal Reserve, Richard Clarida, disse que a política está perto de neutra e que há alguma evidência de desaceleração global, o que enfraqueceu ainda mais o dólar nos mercados globais e também impactou a negociação por aqui. 

O otimismo no pregão pós-feriado reflete também o desempenho dos ADRs (American Depositary Receipts) negociados em Nova York durante o feriado, com os ativos subindo forte após a indicação do diretor do Santander, Roberto Campos Neto, para presidir o Banco Central. 

Ainda no cenário doméstico, destaque também para o IBC-Br (Índice de Atividade Econômica do Banco Central), que mostrou que a economia brasileira registrou crescimento de 1,74% no terceiro trimestre deste ano comparado com o período anterior. Em setembro, comparado a agosto, houve queda de 0,09%.

Aproveite as oportunidades da Bolsa: abra uma conta na Clear com taxa ZERO de corretagem!

Equipe econômica

Durante o feriado, a equipe de transição de Jair Bolsonaro anunciou a indicação do diretor do Santander, Roberto Campos Neto, para presidir o Banco Central. O economista passará por sabatina na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado para poder ter seu nome aprovado para assumir o comando do BC. 

Analistas e investidores comemoraram o anúncio vendo principalmente que Neto não deverá fazer grandes mudanças na condução da política monetária. Além disso, o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou a permanência do economista Mansueto Almeida no cargo de secretário do Tesouro Nacional, que ocupa desde abril deste ano.

Destaques da Bolsa

As maiores altas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 ELET3 ELETROBRAS ON 25,00 +8,65 +29,27 89,82M
 ESTC3 ESTACIO PARTON ED 23,37 +7,66 -23,72 117,72M
 GGBR4 GERDAU PN 16,23 +7,13 +33,13 267,03M
 ELET6 ELETROBRAS PNB 28,00 +7,07 +23,35 84,80M
 USIM5 USIMINAS PNA 9,79 +6,99 +8,05 162,14M

As maiores baixas dentre as ações que compõem o Ibovespa são:

Cód. Ativo Cot R$ % Dia % Ano Vol1
 JBSS3 JBS ON 11,11 -2,54 +13,86 84,11M
 SUZB3 SUZANO PAPELON 38,60 -1,40 +107,52 198,44M
 CIEL3 CIELO ON 9,75 -0,81 -55,68 288,34M
 FIBR3 FIBRIA ON 71,83 -0,51 +51,13 46,86M
 RADL3 RAIADROGASILON 66,26 -0,51 -27,35 96,97M
* - Lote de mil ações
1 - Em reais (K - Mil | M - Milhão | B - Bilhão)

 

Contato