Em mercados / acoes-e-indices

Os dois motivos para acreditar em uma recuperação do mercado na semana que vem

S&P 500 retornou para seu principal suporte de curto prazo, enquanto o Ibovespa está diante do ponto que abriu compra no começo do mês

SÃO PAULO - Após a euforia acompanhada no final de setembro, com o Ibovespa saindo dos 80.000 pontos para o topo cravado cravado em maio na faixa de 87 mil pontos, o índice perdeu força nos últimos dias, mas isso não significa reversão da tendência de alta principal.

Na verdade, quando observamos o principal benchmark da Bolsa, estamos retornando para o ponto que abriu compra no começo do mês, enquanto nos EUA, o S&P 500 retornou para a média móvel de 50 semanas, referência de suporte que sustenta o mercado norte-americano desde o ano passado.

A hora de investir na Bolsa é agora: abra sua conta na Clear com taxa ZERO de corretagem!

Bloco 1: S&P 500 e Ibovespa enfrentam suportes importantes

Em vista da expectativa de recuperação do mercado, as blue chips devem ser monitoradas de perto pelo trader na semana que vem, em especial as estatais, como no caso de Petrobras (PETR4) e Banco do Brasil (BBAS3).

Bloco 2: As blue chips para ficar de olho na compra na próxima semana

Além das blue chips destacadas no segundo bloco, o trader deve ficar de olho na compra em Gerdau (GGBR4), que está defendendo um importante suporte do gráfico semanal, além de Azul (AZUL4), SulAmérica (SULA11) e RD (RADL3).

Bloco 3: Duas ações para se defender em caso de queda do mercado

 

Contato