EXPERIMENTE!

Clique e experimente a
versão rápida do

Em mercados / acoes-e-indices

Os 5 assuntos que vão agitar os mercados nesta sexta-feira

Dados de empregos dos EUA, resultado da Petrobras e pesquisa eleitoral estão no radar dos investidores

eua

SÃO PAULO - Esta sexta-feira (3) começou agitada com nova etapa da Operação Lava Jato e esse é só o começo do dia. Ainda nesta manhã serão conhecidos os dados do mercado de trabalho norte-americano de julho. Os números são importantes fazem parte do pacote de informações levados em consideração pelo Fed (Federal Reserve) para decidir o rumo da política monetária.

A divulgação do balanço da Petrobras, que aumentou seu lucro em 3.086,7%, também promete balançar o mercado domésticos. No radar político, Marina Silva e Geraldo Alckmin definiram seus vice e nova pesquisa eleitoral da XP/Ipespe desta semana será divulgada às 10h30 (de Brasília) neste link

Veja no que ficar de olho nesta sexta-feira (3):

1. Bolsas mundiais

 

As bolsas têm um dia de ganhos na Europa e os futuros de Nova York operam próximos à estabilidade após quedas pela Ásia no encerramento de semana pautada por fricções comerciais e decisões de BCs, que hoje dividem espaço com o relatório de emprego dos EUA. 

Os mercados asiáticos não tiveram movimento único nesta sexta-feira. Em Xangai, uma sessão volátil terminou em queda, enquanto Tóquio fechou praticamente estável. As tensões comerciais entre a China e os Estados Unidos continuaram no radar, embora sem o peso da sessão anterior.

Quer investir pagando apenas R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear.

Já o petróleo estável equilibrando efeito das tensões comerciais, ampliação da oferta pela Opep e sinais de aperto no mercado. Já o cobre estende baixa, enquanto principal produtor do metal no Japão vê recuperação e projeta nível de US$ 7.000 até fim do ano.

Confira o desempenho do mercado, segundo cotação das 8h15 (horário de Brasília):

*S&P 500 Futuro (EUA) +0,05%

*Dow Jones Futuro (EUA) +0,05%

*Nasdaq Futuro (EUA) +0,09%

*DAX (Alemanha) +0,47%

*FTSE (Reino Unido) +0,78%

*CAC-40 (França) +0,32%

*FTSE MIB (Itália) +0,60%

*Hang Seng (Hong Kong) -0,14% (fechado)

*Xangai (China) -0,97% (fechado)

*Nikkei (Japão) +0,06% (fechado)

*Petróleo WTI +0,12%, a US$ 69,06 o barril

*Petróleo brent +0,10%, a US$ 73,52 o barril

*Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa chinesa de Dalian -1,04%, a 476,00 iuanes (nas últimas 24 horas) 

*Bitcoin US$ 7602,12 +0,07%
R$ 29.033 -1,21% (nas últimas 24 horas)

2. Agenda de indicadores

A agenda de indicadores desta sexta-feira tem como destaque a divulgação do relatório de emprego dos Estados Unidos referente ao mês de julho, às 9h30 (de Brasília). O mercado espera a criação de 193.000 vagas, de acordo com a mediana da pesquisa da Bloomberg. A previsão para ganho por hora é de alta de  0,3% na comparação mensal. Os investidores vão observar se a tensão comercial entre Estados Unidos e China começou a fazer estragos no emprego, sobretudo na setor industrial. 

3. Fundos imobiliários no IMTV

O professor do InfoMoney Arthur Vieira de Moraes estará no programa Fundos Imobiliários a partir de 15h40 (de Brasília), trazendo as novidades e as melhores opções deste tipo de aplicação.

Quer investir pagando apenas R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear.

4. Notícias do dia

O Democratas (DEM) oficializou na quinta-feira (2) o apoio à pré-candidatura do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) à Presidência da República. Presente na convenção nacional, Alckmin disse que o nome do vice-presidente na sua chapa será divulgado na Convenção Nacional do PSDB, marcada para este sábado (4), em Brasília. 

Alckmin participou de sabatina na Globo News na noite de ontem e voltou a afirmar que, se for eleito, "a bolsa irá subir bastante", já que um possível governo seu irá retomar o otimismo e trará investimentos para o País. ele também defendeu a proposta de tributação dos dividendos como a melhor forma para atrair investimentos para o Brasil. 

A corrida por um vice pode ter chegado ao fim para Alckmin. A senadora Ana Amélia (PP-RS) aceitou ser candidata a vice-presidente de sua chapa, porém, o anúncio oficial de sua candidatura só será feito após a situação regional do PP no Rio Grande do Sul ser resolvida. Isso porque a seção gaúcha do partido havia decidido apoiar a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL).

Leia também: Ana Amélia Lemos: quem é a vice de Geraldo Alckmin?

Ainda sobre a corrida dos vices, Eduardo Jorge (PV) aceitou se candidatar ao lado de Marina Silva (Rede).

O impacto das decisões dos presidenciáveis pode ser acompanhado na pesquisa semanal de intenção de voto realizado pela XP Investimentos junto com o Ipespe (Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas). A série de levantamentos é divulgada com exclusividade pelo InfoMoney toda sexta-feira, às 10h30 (horário de Brasília).

5. Noticiário corporativo

Saiu hoje o balanço da Petrobras, um dos resultados mais aguardados em toda a temporada de balanços. A estatal registrou lucro líquido de R$ 10,07 bilhões no segundo trimestre de 2018, ante expectativa, de acordo com média de analistas consultados pela Bloomberg, de R$ 6,92 bilhões. A alta foi de 3.086,7% na comparação com o mesmo período do ano passado, de R$ 316 milhões.  

Ainda na esteira dos resultados trimestrais, o IRB divulgou na noite de quinta-feira (2) lucro líquido de R$ 287,3 milhões, alta de 24% ante o segundo trimestre de 2017. A SulAmérica registrou lucro líquido de R$  receita líquida de R$ e Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de R$ 135,4 milhões no segundo trimestre, alta de 68% em relação ao mesmo período de 2017. A receita líquida foi de R$ 5,1 bilhões, aumento de 16,7%. 

A Via Varejo convocou uma assembleia geral extraordinária para 3 de setembro para discutir a proposta de listar as ações da empresa no Novo Mercado, segmento da B3 com as regras mais rigorosas de governança corporativa. A Gafisa informou que o grupo GWI pediu a convocação de uma assembleia geral extraordinária para eleição novo conselho da companhia.

Quer investir pagando apenas R$ 0,80 de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear.

Contato