Em mercados / acoes-e-indices

Dia fraco no Ibovespa? 6 small caps disparam entre 6% a 11%, com volume financeiro atípico

Em meio à falta de liquidez no mercado doméstico, por conta do feriado nos EUA, investidores buscam ações de small caps; entre elas, destaque para as units da Renova, que subiram após oferta de canadense; e as ações da Senior Solution, com a aprovação dos acionistas para migração para o Novo Mercado

Traders rindo
(Bloomberg)

SÃO PAULO - Com o dia fraco no Ibovespa, por conta do feriado nos Estados Unidos, que manteve as bolsas fechadas por lá, as ações das small caps ganharam destaque nesta quarta-feira (4). 

Apesar da falta de liquidez no mercado doméstico, que levou a B3 a movimentar apenas 30% do volume médio diário dos últimos 21 pregões (ou R$ 2,5 bilhões), 6 small caps dispararam entre 6% a 11% nesta sessão - e todas com giro financeiro superior a média diária.

Vale menção, contudo, que apenas o movimento de duas empresas veio sustentado por notícias: o da Renova (RNEW11, R$ 7,47, +5,96%), com a oferta da canadense pelo controle da empresa; e da Senior Solution (SNSL3, R$ 18,96, +6,58%), com a aprovação dos acionistas para a migração para o Novo Mercado (veja mais). Na máxima do dia, units da Renova subiram 10,64%, a R$ 7,80, enquanto os papéis da Senior Solution registraram alta de 6,80%, a R$ 19,00.

As demais small caps que subiram forte hoje:

Bombril (BOBR4, R$ 3,45, +10,93%): na máxima do dia, os papéis subiram 15,76%, a R$ 3,60; o volume financeiro ficou em R$ 588,7 mil, contra média diária de R$ 111,4 mil nos últimos 21 pregões;

Positivo (POSI3, R$ 3,66, +9,58%): as ações da Positivo fecharam na máxima do dia, com volume financeiro de R$ 3,7 milhões, contra média diária de R$ 625,7 mil dos últimos 21 pregões; essa foi a nona alta seguida, quando acumulam ganhos de 23,90%. Com a disparada, esses papéis fecharam o "gap" aberto no dia 18 de maio, quando a delação dos executivos da JBS derrubaram o mercado doméstico;

Springs Global (SGPS3, R$ 10,30, +7,74%): alta de 9,83% na máxima do dia e volume financeiro de R$ 1,8 milhão, contra média diária de R$ 375 mil dos últimos 21 pregões;

Prumo (PRML3, R$ 11,00, +7,32%): na máxima do dia, esses papéis subiram 11,61%, a R$ 11,44, com volume financeiro de R$ 13,2 milhões, contra média diária de R$ 10,3 milhões dos últimos 21 pregões. Nos últimos 7 pregões, essas ações subiram 31%. 

 

Contato