Em mercados / acoes-e-indices

Repique sem fim: apenas 6 ações do Ibovespa estão em queda na semana

Em uma semana que tem se mostrado bastante positiva para a Bolsa, apenas 6 ações acumulam perdas até o momento

SÃO PAULO - Mesmo após o Fed reduzir os ganhos da Bolsa nesta quarta-feira (19), o mercado manteve o otimismo visto nos últimos dias e o Ibovespa fechou em alta pelo 3º dia seguido. Com ganhos de 0,90% nesta sessão, o benchmark da bolsa brasileira acumula ganhos de 3,56% na semana. Neste período, apenas 6 dos 72 papéis do índice estão no negativo, enquanto são 11 deles marcam ganhos superiores a 6%.

Com a maior valorização no período, a Prumo, antiga LLX Logística (LLXL3), subiu 20% nos três dias e está cotada atualmente a R$ 0,96 por ação. Apenas nesta sessão, os ganhos foram de 15,66%. Desconsiderando as perdas de 3,75% registradas na segunda-feira, os papéis tiveram alta de 24,68%Sem nenhuma notícia que pudesse justificar esse desempenho, tem chamado atenção o movimento de bancos estrangeiros, que nas duas últimas sessões lideraram as compras de papéis, sinalizando uma movimentação de algum grande investidor.

Se ontem Credit Suisse e Santander apresentaram o maior saldo positivo de ações LLXL3 negociadas, nesta quarta foi a vez do Bank of America Merrill Lynch: foram compradas 1.541.300 ações a mais do que vendidas pela corretora do banco. É importante destacar que o fato de um grande investidor estar comprando mais ações do que vendendo não significa que ele está montando posição no papel; ele pode simplesmente estar zerando uma posição vendida.

Pesquisa eleitoral impulsiona estatais
Com a segunda maior alta da semana, aparecem as ações ordinárias da Eletrobras (ELET3), que subiram 13,09% no período e são cotadas a R$ 5,53. Apesar de ganhos menores, os papéis preferenciais ELET6 também subiram forte no acumulado da semana, com ganhos de 6,63%, atingindo R$ 9,65.

Junto com a Petrobras (PETR3; PETR4) e o Banco do Brasil (BBAS3), a companhia elétrica tem reagido ao rumor de que a pesquisa Ibope vai apontar o crescimento dos candidatos da oposição. Segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a pesquisa Ibope, de número BR-00031/2014, foi registrada no último dia 14 e deve ser divulgada hoje (19). Serão anunciadas as intenções de voto dos brasileiros para o cargo de presidente.

Como o mercado não gosta das seguidas intervenções do governo Dilma nas estatais federais, os investidores estão montando posições nas ações das empresas apostando no naufrágio da candidatura petista. 

Os papéis ordinários da Petrobras já subiram 5,79% em três dias, a R$ 12,80, enquanto os preferenciais avançaram 4,38%, atingindo R$ 13,34. Já os ativos do Banco do Brasil, acumulam valorização de 5,20%, até o momento na semana e são cotados a R$ 19,82.

Outros destaques
Entre outras ações que já subiram mais de 8% na semana estão a Braskem (BRKM5) com alta de 9,77% no período, cotada a R$ 16,52 e o JBS (JBSS3), que avançou 8,61%, atingindo R$ 7,82. Já a Gol (GOLL4) subiu 9,32% nestes três pregões, influenciada na segunda-feira pela divulgação de seus dados de fevereiro, mostrando que sua receita de passageiro por assentos-quilômetro oferecidos (Prask) líquida registrou crescimento de 27% em fevereiro. Nesta quarta, a agência de risco Fitch elevou sua perspectiva de rating da companhia de negativa para neutra.

Já a Kroton (KROT3) conseguiu avançar 7,04% nesses três dias, atingindo os R$ 47,10. O desempenho ocorre após a divulgação dos resultados da companhia, na segunda-feira, com seu lucro avançando 260,7% em um ano, atingindo R$ 137,8 milhões. Segundo a XP Investimentos, o resultado impressionou, com a empresa dando continuidade aos números fortes de crescimento e entregando melhora nas margens.

Em seguida ficam os units do Santander (SANB11), que na véspera anunciou que fará uma bonificação aos seus acionistas, o que levará a um grupamento de ações na proporção de 55 para 1, fazendo com que as units da empresa passem a ser compostas por uma ação ordinária e uma ação preferencial. Com alta nas três sessões da semana, as ações do banco têm valorização de 6,47% no período e são cotadas atualmente a R$ 11,69.

Enquanto isso...

Entre as empresas que não conseguem aproveitar o momento positivo da bolsa estão a Dasa (DASA3), que perderam bastante sua liquidez após a OPA realizada em fevereiro e seguem agora no aguardo sobre uma possível nova oferta de aquisição que pode retirar os papéis restantes do mercado. Em três dias, os papéis da companhia recuaram 7,54%, a R$ 13,98.

Também entre as maiores perdas do período, atenção também para a MRV Engenharia (MRVE3), que caiu 4,08% e é cotada a R$ 7,05. Os ativos da imobiliária seguem em forte queda após um fraco resultado trimestral, que desapontou o mercado. Dentro do setor, ainda chamam atenção as ações da PDG Realty (PDGR3), que recuaram 2,27% em três dias e atingem os R$ 1,29.

Além disso, a Ecorodovias (ECOR3) virou para o negativo no acumulado da semana após divulgar seu resultado na véspera. Com um desempenho bem abaixo do esperado no quarto trimestre, os papéis da companhia agora acumulam perdas de 1,17% em três dias, cotados a R$ 12,71

 

Tudo sobre:  Ibovespa   Bolsas  

Contato