Destaques da Bolsa

Ações da Petrobras sobem 2% e “bancões” têm dia de recuperação, enquanto Inter e Pan têm nova baixa; GPA salta 6,8%

Confira os destaques da B3 na sessão desta terça-feira (5)

Por  Lara Rizério -

SÃO PAULO – A sessão desta terça-feira (5) foi de forte volatilidade para o Ibovespa, com o índice chegando a subir 1,18% na máxima do dia, enquanto teve uma queda de 0,28% na mínima, fechando próximo à estabilidade.

Em uma sessão de continuidade de alta para os preços do petróleo, com os principais contratos do brent em alta de mais de 1%, superando US$ 82 o barril, a sessão foi de ganhos para as petroleiras. As ações da PetroRio (PRIO3, R$ 26,27, +0,81%) chegaram a saltar quase 6%, mas fecharam com ganhos mais modestos, de cerca de 0,8%. Já a Petrobras (PETR3, R$ 29,87, +1,67%; [ativo=PETR4, R$ 29,42, +2,19%) manteve a alta, com os ativos preferenciais da companhia subindo cerca de 2%. A companhia também está realizando perfurações nos blocos Aram e Três Marias, ambos no pré-sal da Bacia de Santos.

O petróleo voltou a ter ganhos, com o contrato do WTI para entrega em novembro subindo 1,69%, para US$ 78,93 o barril, enquanto o brent para dezembro fechou em alta de 1,60%, a US$ 82,56 o barril.

Na véspera, a Opep+ confirmou que manteria sua política de produção atual, uma vez que a demanda por produtos de petróleo está se recuperando, apesar da pressão de alguns países por um aumento maior na produção. A decisão da organização de produtores de continuar aumentando a produção de petróleo gradualmente fez com que os preços subissem bruscamente, aumentando as pressões inflacionárias que as nações consumidoras temem que atrapalhe a recuperação econômica após a pandemia.

A Opep+ concordou em julho em aumentar a produção em 400.000 barris por dia (bpd) a cada mês, até pelo menos abril de 2022, para eliminar gradualmente os 5,8 milhões de bpd dos cortes de produção existentes.

As ações dos maiores bancos que compõem o Ibovespa também registravam alta, recuperando-se das perdas da véspera, caso de Banco do Brasil (BBAS3, R$ 30,59, +4,76%), Santander Brasil (SANB11, R$ 36,71, 2,86%), Itaú (ITUB4, R$ 24,93, 2,42%) e Bradesco (BBDC3, R$ 17,97, +2,33%; BBDC4, R$ 21,08, 1,69%).

No radar do setor, o Safra destacou em relatório ver múltiplos bastante atrativos para as ações, avaliando que o banco está mostrando boa recuperação em seus números para 2021 e observando sinais de que tal tendência deve continuar em 2022.

Por outro lado, ações do Banco Pan (BPAN4, R$ 14,48, -6,40%) e do Banco Inter (BIDI11, R$ 42,88, -3,07%) tiveram um novo dia de forte queda, na sequência da baixa da véspera. Os ativos da Mosaico (MOSI3, R$ 12,02,  -9,76%), que fecharam com ganhos de 5,55% na véspera, com notícia de compra pelo Banco Pan, fecharam em forte queda de mais de 9%.

Entre as maiores quedas, atenção ainda para a CVC (CVCB3, R$ 20,24 -5,90%). Além da alta do dólar, seguiram no radar notícias sobre o ataque cibernético sofrido pela companhia durante o final de semana. Segundo o Valor Econômico, a central de atendimento da  empresa continua temporariamente fora do ar e sem previsão de retorno do serviço, após sofrer um ataque de hackers no sábado, informa o Valor. A reportagem diz que, segundo a empresa, as operações de embarque e as reservas já confirmadas não foram impactadas. A empresa informou que, assim que o ataque foi identificado, ativou todos seus protocolos de segurança e atuou de “forma diligente para mitigar os efeitos do ocorrido e preservar a continuidade dos seus negócios.”

Papéis de varejistas, que tiveram forte queda na véspera, registram movimento misto, com Americanas (AMER3, R$ 30,49, 3,81%) em alta de 1%, enquanto Magazine Luiza (MGLU3, R$ 13,68, -0,22%) teve leves perdas.

A ação do GPA (PCAR3) fechou com alta de 6,80% e o rival Carrefour Brasil (CRFB3) avançou 2,50%. Analistas da Genial Investimentos destacaram o valor do setor como muito atrativo, negociando a múltiplos abaixo de seus níveis históricos e que não refletem todas suas perspectivas futuras, “onde os players estarão estruturalmente melhores aos níveis pré-pandêmicos”.

Confira os destaques:

Oi (OIBR3;OIBR4)

O conselho de administração da Oi aprovou a proposta para venda de imóvel em Brasília por R$ 100 milhões.

O imóvel tem uma área de terreno de aproximadamente 152.000 metros quadrados e área construída de 34.645 metros quadrados, informou a empresa. A proposta foi feita pela DFC Empreendimentos e Participações e Meirelles Mascarenhas Empreendimentos Imobiliários.

Unifique (FIQE3) e Brisanet (BRIT3)

A XP iniciou a cobertura do setor de telecomunicações do Brasil (ISPs) com recomendação de compra em Unifique (preço-alvo de R$ 13) e Brisanet (preço-alvo de R$ 17 por ação).

“As recomendações são apoiadas principalmente por: (i) nossa perspectiva positiva para o setor de provedor de serviços de internet (ISP) brasileiro; (ii) forte dinâmica de crescimento e (iii) Execução operacional de alto nível em ambas as empresas, traduzindo-se em maior margem e rentabilidade. Em suma, Unifique é a nossa escolha preferida no setor, dado o risco-retorno atraente nos múltiplos atuais”, apontam os analistas da XP.

MRV (MRVE3)

O Itaú BBA elevou a recomendação para a MRV para outperform (desempenho acima da média do mercado), com preço-alvo para 2022 de R$ 21,40 por ação.

“Estamos atualizando nossas estimativas para as empresas do segmento voltadas para baixa renda e reiteramos nossa preferência por este segmento”, avaliam.

Os analistas consideram que: i) um novo aumento nos preços das matérias-primas parece  improvável neste ponto; ii) as linhas principais das empresas estão preparadas para um crescimento decente após seus ganhos de participação de mercado no programa Casa Verde Amarela (CVA); e iii) as novas diretrizes da CVA são suscetíveis de criar alguns ventos favoráveis. “Além disso, destacamos a resiliência da demanda no universo da baixa renda diante de uma perspectiva mais desafiadora para 2022”, apontam.

Ambev (ABEV3)

O Credit Suisse manteve a recomendação outperform (desempenho acima da média do mercado) para Ambev, mas reduziu o preço-alvo de R$ 21,50 para R$ 18,50 refletindo estimativa de lucro por ação para 2022 5% mais baixas dado maior custo de insumos e maior custo de capital próprio (Ke).

De qualquer forma, os analistas enxergam a Ambev sendo negociada a 19 vezes a relação preço sobre lucro esperado para 2022, implicando em um desconto de 15% da media histórica, o que não parece muito justo considerando a melhor execução e desempenho superior em relação à indústria, apontam os analistas.

Eletromídia (ELMD3)

A Eletromídia concluiu a aquisição da NoAlvo, startup brasileira focada no setor de mídia out-of-home (OOH). A empresa é provedora de uma plataforma que conta com um sistema de planejamento de campanhas, que cruza dados geolocalizados de dispositivos móveis com os pontos físicos de mídia, de forma que é possível determinar os endereços para se anunciar considerando um determinado público-alvo, proporcionando dados e métricas para os anunciantes. O valor da operação não foi informado.

Segundo a companhia, a transação trará sinergias importantes, em que a Eletromidia poderá alavancar suas vendas com a expansão da presença em sua base atual de clientes através de uma melhor experiência de planejamento, venda e pós-venda; acessar novos clientes que não investem de forma relevante em mídia OOH pela falta de métricas disponibilizadas; e complementar seu time de tecnologia com profissionais especialistas no mercado OOH.

A NoAlvo será imediatamente integrada na Eletromidia. Os fundadores permanecem na companhia, beneficiários de um plano de stock option de longo prazo, com foco no desenvolvimento da plataforma tecnológica e de vendas da Eletromídia.

Locaweb (LWSA3)

A Locaweb informou ter celebrado o contrato de compra e venda para a aquisição da totalidade do capital social da
Squid.

A companhia destaca que a Squid foi fundada em 2014 na cidade de São Paulo e é a mais relevante empresa no
segmento de Creators Economy no Brasil e possui as melhores soluções e plataformas para conectar influenciadores e criadores de conteúdo às marcas.

“Por meio do machine learning e uma robusta plataforma, a Squid automatiza todo o processo de identificação, recrutamento, gestão e pagamento de influenciadores digitais, unindo tecnologia e um time especializado, que ajuda marcas e empresas de todos os segmentos e tamanhos a impulsionarem o resultado de suas campanhas, aumentando,
assim, a conversão de suas vendas”, aponta o comunicado.

Banco do Brasil (BBAS3)

O Morgan Stanley participou do Investor Day do Banco do Brasil, destacando que o evento trouxe mais informações sobre a estratégia da gestão. No setor de varejo, o Morgan Stanley diz que o Banco do Brasil vem focando na hiper personalização de serviços aos clientes, com investimentos em análise e inteligência de dados, visando compreender melhor as necessidades de cada cliente. O Morgan Stanley ressalta que o Banco do Brasil abriu 46 filiais regionais no primeiro semestre de 2021, com mais de 800 funcionários.

O Morgan Stanley mantém recomendação overweight (perspectiva de valorização acima da média do mercado) para o Banco do Brasil, e preço-alvo de R$ 53, frente à cotação de segunda de R$ 29,3.

3R Petroleum ([ativo=RRPR3])

A produção média diária consolidada dos Polos Macau, Rio Ventura e Pescada foi de 8.280 barris de óleo equivalente (boe) em setembro de 2021, informou a 3R Petroleum. Desse total, a parcela referente à 3R atingiu uma produção média diária de 7.120 barris de óleo equivalente.

No terceiro trimestre de 2021, a produção média diária dos Polos Macau, Rio Ventura e Pescada referente à participação da companhia atingiu 6.752 barris de óleo equivalente (boe), um aumento de 19,8% e 37,8% quando comparado com o trimestre anterior e com mesmo período de 2020, respectivamente.

Os dados de produção referentes a: (i) 65% restantes do Polo Pescada, (ii) 100% do Polo Fazenda Belém, (iii) 100% do Polo Recôncavo, (iv) 70% do Polo Peroá e (v) 43,75% do Polo Papa-Terra serão incorporados a este relatório tão logo os processos de transição junto à Petrobras sejam concluídos e aprovados pela ANP.

Omega ([ativo=OMGE3])

O Omega concluiu a incorporação das empresas que integram os Complexo Eólico Hermenegildo e da Asteri Energia, com extinção das empresas incorporadas e, por consequência, cancelamento de todas as ações de sua emissão.

Wiz ([ativo=WIZSB3])

A Wiz informou a substituição de Fernando Carlos Borges de Melo Filho do cargo de presidente e membro do Conselho
de Administração da Wiz.

A companhia apontou que a substituição não decorre de qualquer justa causa e que os termos e condições decorrentes da rescisão de seu contrato de prestação de serviços foram mutuamente acordados entre Fernando Melo e a empresa.

Melo permanecerá no cargo de Presidente do Conselho de Administração até a eleição e posse do novo membro e presidente do Conselho de Administração, a realizar-se em Assembleia Geral Extraordinária a ser convocada.

(com Reuters e Estadão Conteúdo)

Analista da Clear apresenta plano detalhado para começar a construir uma renda diária utilizando a Bolsa de Valores. Inscreva-se grátis.

Compartilhe