Rali voltou?

Ações da GameStop voltam a disparar entre anúncio de saída de CFO e tuíte misterioso sobre sorvete

Forte movimento dos papéis da varejista de videogames volta a gerar especulações entre investidores

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Após algumas semanas sem receber grande destaque no noticiário, as ações da GameStop  – que dispararam em janeiro num movimento de orquestrado em fórum de discussão no Redit – voltaram a chamar a atenção dos investidores nos últimos pregões.

Na última quarta-feira (24), as ações da varejista de videogames norte-americana mais do que dobraram de valor, indo de US$ 44,97 para US$ 91,71 dólares (ou ganhos de 103,94%).

A disparada veio após informações de que o executivo-chefe financeiro (CFO), Jim Bell, deixará o cargo daqui a um mês, posteriormente confirmadas pela companhia. A empresa afirmou que, caso não encontre um substituto adequado até a saída de Bell, nomeará a atual vice-presidente sênior e diretora de contabilidade Diana Jajeh para a função.

De acordo com informações da Bloomberg, a saída de Bell é encarada pelos investidores como um passo para que a empresa ganhe em inovação, depois de muitos investidores institucionais apontarem o modelo de negócio da GameStop como bastante obsoleto.

No início da sessão desta quinta-feira, os papéis já saltavam cerca de 40%, com um novo impulso depois que alguns usuários do Twitter apontaram um tuíte enigmático com uma foto de sorvete publicada pelo investidor ativista Ryan Cohen, um investidor ativista da GameStop e membro do conselho.

Às 11h45 (horário de Brasília), os ativos subiam 40,72%, a US$ 129,05. Porém, vale destacar, o movimento deve seguir de volatilidade para o papel uma vez que, cinco minutos depois, os ativos já tinham alta menor (ainda que bastante expressiva), de 23,19%, a US$ 112,98.

Confira o tuíte abaixo: 

PUBLICIDADE

Algumas análises de mercado já apontavam que Cohen e o conselho teriam pressionado pela mudança nos cargos de gestão, estimulando a saída de Bell justamente para aceleração da transição online.

O investidor faz poucas publicações no Twitter, algumas bastante enigmáticas, e suscitou diversas especulações nos comentários de sua postagem nas últimas horas, muitas delas envolvendo a GameStop. Ainda que sem relação direta com o movimento da ação, a postagem acabou por intrigar os investidores, em um momento em que cada vez mais declarações em redes sociais têm influenciado as ações de diversas companhias (vide o caso de Elon Musk, fundador da Tesla).

Apesar do novo frenesi ter intrigado os analistas, por enquanto é descartado um outro ‘short squeeze’ nas ações que afetou alguns fundos de hedge no mês passado. Um short squeeze ocorre quando o preço de uma ação fortemente vendida sobe acentuadamente, forçando os vendedores a descoberto que apostaram contra a ação a comprá-la a esses preços de forma a evitar perdas futuras. Este movimento afetou um grande número de grandes investidores institucionais, que estavam posicionados contra a ação da companhia.

Cabe ressaltar que, nos últimos dias, a GameStop voltou para a pauta de discussão em tópicos no Reddit, com integrantes dos grupos incentivando outros a comprarem as ações conforme o rali ganha força. “Comprei muito mais GME hoje, vamos continuar lutando !!”, afirmou um usuário do Reddit, Fundssqueezzer, enquanto outro usuário Responsible_Fun6255 disse, “Ascensão do Planeta dos Macacos: edição GME”.

(com Reuters)

Em curso gratuito, analista Pamela Semezzato explica como conseguiu extrair da Bolsa em um mês o que ganhava em um ano em seu antigo emprego. Deixe seu e-mail para assistir de graça.