Golpes com NFT: quais são os mais comuns e como evitá-los

Os golpes com NFT e outros criptoativos estão cada vez mais sofisticados e ficou ainda mais fácil ser enganado, veja como se proteger

Se você pesquisar “golpes com NFT” no Google, os resultados vão levar você à toca do coelho, tal qual Alice no País das Maravilhas – neste caso, o coelho é uma arte digital em NFT.

Tokens não fungíveis (NFT) explodiram e se tornaram um setor multi bilionário da indústria cripto somente no último ano. Os grandes itens de colecionadores, como obras raras de coleções do Cool Cats e do Bored Ape Yacht Club, são negociadas a US$ 30 mil ou mais.

Se o valor de cinco ou seis dígitos parece muito alto para uma imagem em jpeg, os criadores de NFTs vão responder com apenas uma palavra: utilidade. Como NFTs criam um registro digital incorruptível da posse na blockchain (a mesma tecnologia das criptomoedas), ter uma obra de arte digitalmente tokenizada também serve como uma carteirinha de sócio para clubes online exclusivos, comunidades de jogos, salas do Discord e experiências interativas.

Pelo menos na teoria. Na prática, NFTs ainda são novos e um pouco caóticos. Eles podem sinalizar maior adoção de criptomoedas como um todo, mas também criam oportunidades bem lucrativas para criminosos devido ao volume de dinheiro circulando.

A seguir, falamos sobre os golpes de NFT mais comuns, como evitá-los e por que eles estão acontecendo com maior frequência.

Golpes comuns de NFT

Golpes com phishing e pop-ups suspeitos

Para comprar seu primeiro NFT, você precisa criar uma conta em uma carteira digital que faz transações na blockchain da Ethereum

A MetaMask é, talvez, a mais conhecida delas entre colecionadores de NFT. No entanto, recentemente usuários dessa carteira foram alvo de golpe com phishing envolvendo anúncios falsos que pediam as chaves das carteiras ou seed phrases — frases de segurança — de 12 palavras (um sinal de alerta). 

Também há os falsos pop-ups maliciosos operando no Discord, Telegram e em outros fóruns públicos, levando a páginas de logins que parecem verdadeiras, como da MetaMask e outros sites populares.

Se um criminoso tem acesso às suas informações pessoais através de phishing, ele pode roubar todas as criptomoedas – e NFTs – da sua carteira digital.

Como evitar

Via de regra, a frase de segurança só será necessária ao realizar backup ou recuperação da sua carteira de criptomoedas. Nunca insira a chave em um pop-up da MetaMask — ou qualquer outro pop-up. 

Sempre vá diretamente ao site oficial para qualquer transação de criptomoedas e nunca use links, pop-ups ou e-mail para inserir suas informações. Escreva sua seed phrase em um papel e nunca dê esse papel a ninguém, muito menos guarde uma foto dele no seu celular.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

Catfishing e perfis falsos

Como a venda de NFTs ocorre virtualmente e todo o marketing é feito em redes sociais, é fácil ser vítima de catfishing (quando uma pessoa cria uma ou várias identidades virtuais falsas para enganar outros usuários). 

A prática de contratar celebridades e influenciadores é comum em comunidades populares de NFT, então é difícil saber quem é real e quem não é.

Como evitar

Se um dia você receber uma mensagem direta de alguém que diz ser um executivo, celebridade ou influenciador, não responda. Uma etiqueta comum do mundo dos NFTs: executivos de alto nível não conversam com você a não ser que você mande uma mensagem primeiro ou que ambos façam um acordo publicamente em uma thread do Twitter ou canal do Discord. 

A recomendação é a mesma para quem recebe ligações de telemarketing: se alguém manda uma mensagem, não clique nos links ou revele qualquer segredo.

Esquemas “pump and dump”

Infelizmente, os esquemas de “pump and dump” (“inflar e despejar”, em tradução livre) estão ficando previsíveis no mundo das criptomoedas e dos NFTs. Essa prática acontece quando um grupo de pessoas compra vários NFTs ou criptomoedas e causa um aumento artificial da demanda. Depois disso, os participantes do esquema vendem quando os preços sobem e deixam os outros com ativos que não valem nada.

Da mesma forma, há os “paper money” (dinheiro em papel), projetos de NFTs que tecnicamente não são um golpe, mas têm liquidez limitada por causa de um punhado de compradores agressivos.

“Quando você tem 5 mil NFTs controlados por 20 dos maiores colecionadores e nenhum deles sofre pressão para vender, qualquer pessoa interessada em comprar parte daquela coleção precisa basicamente pagar um preço mínimo altíssimo”, afirma o colecionador anônimo de NFT conhecido como Whale Shark, dono de mais de 400 mil NFTs. 

Diante disso, se você está comprando tokens não fungíveis como um investimento, suas chances são melhores quando o projeto tem mais compradores e, portanto, mais liquidez.

Como evitar

Analise o histórico e os registros da carteira do projeto de seu interesse. Nesse momento, a transparência da blockchain é bem útil. Na OpenSea ou em qualquer marketplace de NFT, observe a quantidade de transações e compradores da coleção. Com EtherScan, você consegue ver todas as transações de entrada e saída que acontecem na blockchain da Ethereum.

Além disso, siga o projeto no Twitter e entre no canal dele no Discord. Para um projeto ter boa liquidez e/ou comunidade duradoura ou valor artístico, deve existir uma boa quantidade de investidores e colecionadores engajados, além de uma comunidade ativa onde as pessoas conversam e compartilham informações.

Golpes de lances

Na maioria das vezes, esses golpes acontecem no mercado secundário, depois de você comprar um NFT e em seguida querer vendê-lo a quem pagar mais. Uma vez que você coloca seu token à venda, as pessoas interessadas podem trocar a criptomoeda usada sem avisar: em vez de receber 5 ETH, que vale de US$ 15 mil a US$ 20 mil, pelo seu NFT favorito, você pode receber apenas US$ 5.

Como evitar

Verifique a criptomoeda usada mais de uma vez e nunca aceite um lance menor do que o que você quer.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

NFT falsificado ou plagiado

Devemos lembrar que cunhar uma obra de arte como um NFT não é o mesmo que ter a propriedade intelectual dela. O software da OpenSea permite que qualquer pessoa transforme uma foto ou imagem em um NFT, independentemente de ela ter ou não a posse dos direitos autorais. 

Golpistas e criminosos conseguem facilmente roubar as obras de um artista e abrir uma conta falsa na OpenSea, onde listam arte falsificada para leilão. Uma vez que a comunidade descobre o golpe, o NFT pode desvalorizar e você não tem mais como conseguir seu dinheiro de volta.

Como evitar

Antes de comprar um NFT de qualquer marketplace, pesquise e se certifique de que a obra de arte que você está comprando é de uma conta verificada. A foto de perfil do artista na OpenSea ou em outro marketplace de NFT deve estar com uma marca de verificação azul. Se não tiver, procure pelo artista no Twitter, no site oficial dele ou em outras redes sociais. Pergunte-o diretamente se a obra de arte que você quer comprar é dele e se você tem o perfil de usuário correto. Também procure saber se o artista ou o projeto de NFT tem um canal no Discord e faça perguntas para outras pessoas na comunidade.

Fique atento a marcas de verificação azuis falsificadas. Uma conta verificada verdadeira mostra uma marca azul no canto da imagem de perfil, não dentro.

Sites de armazenamento não confiáveis

Este caso não é exatamente um golpe, mas é preciso tomar cuidado. Ele acontece quando NFTs desaparecem após a compra, porque o contrato na blockchain é diferente da obra de arte em si. 

Digamos, por exemplo, que você fez o upload de um mp3 de uma música original em uma plataforma como a OpenSea. Quando um colecionador estiver pronto para comprá-la, ele vai fazer um lance e pagar em ETH. Isso, então, cria um registro de posse, conhecido como contrato inteligente.

O contrato inteligente é o que de fato é criado na blockchain. Mas o arquivo que você transferiu (ou seja, o conteúdo e os metadados) fica separado. Parece meio abstrato, mas lembre-se que ter NFTs é ter a posse de um ativo, mas esse ativo pode ser qualquer coisa.

Portanto, se você armazenar a obra de arte, a escritura da casa ou qualquer outro conteúdo digital que veio junto de um contrato inteligente em uma plataforma descentralizada, certifique-se de que ela é confiável. E não compre um NFT que é apenas um link de uma URL com uma imagem. Qualquer página ou obra armazenada naquela URL pode ser modificada a qualquer momento sem sua permissão, o que o deixaria com um token que, essencialmente, não leva a nada.

Proteção contra golpes com NFT na prática

Se você compra um NFT, certifique-se de também ter posse do ativo tangível ou digital (no formato de JPEG, mp3 ou PDF).

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

Por que golpes com NFT são tão comuns?

“Essencialmente, os NFTs estão na etapa de initial Coin Offering (ICO, a oferta inicial de ativos virtuais)”, afirmou Nelson Merchan Jr., cofundador e CEO da empresa de relações públicas de blockchain Light Node Media. Ele faz referência ao boom dos ICOs em 2017, que resultou em diversos projetos fracassados e uma onda de prejuízos.

“Basicamente, qualquer pessoa pode contratar um artista para criar uma quantidade específica de NFTs e aumentar o hype com influenciadores de criptomoedas.”

No setor de NFTs, esse “hype” dificulta a distinção entre quem é um criador confiável e quem é um criminoso, principalmente quando tantos colecionadores e criadores de NFT usam, no Twitter, desenhos de NFT populares na foto de perfil, mas são anônimos.

O risco não é só para os novatos. Merchan, um investidor de criptomoedas que começou em 2017, possui NFTs da popular coleção Pudgy Penguins desde o lançamento, em julho de 2021. Agora, encarando o que alguns portais chamam de “golpe”, os fundadores dessa coleção estão sendo investigados por colecionadores irritados que alegam que o projeto não cumpriu a promessa de criação de um jogo virtual elaborado. 

“As pessoas estão criando esses NFTs, gastando entre US$ 50 mil e US$ 60 mil — às vezes até menos — e faturando US$ 1 milhão em vendas, quando conseguem acertar”, disse Merchan. 

Isso leva a uma questão de governança e transparência pois, uma vez que um criador ou fundador de uma comunidade de NFT promete US$ 1 milhão, os colecionadores esperam, naturalmente, que ele cumpra essa promessa.

“Eles estão recebendo uma grana”, afirmou Merchan. “Mas o valor do NFT chega a praticamente zero. Não tem negociação nem jogo e a comunidade praticamente não existe. Eles têm um fundo considerável, mas um projeto que é um fracasso absoluto. E isso é muito preocupante.”

Mas esses tipos de projeto são golpes? Segundo Merchan, o tempo dirá. “Quando o mercado se virar contra todos, que, a meu ver, ainda vai demorar um tempo para acontecer, essas pessoas vão ser consideradas basicamente criminosas, porque [os colecionadores] gastaram todo esse dinheiro nos seus NFTs que praticamente não têm nenhum valor agora. O que [os fundadores] vão fazer com esse dinheiro? Eles vão devolver? Eles gastaram esse dinheiro?”, disse.

Além das áreas meio nebulosas de NFTs, também existem vários golpes conhecidos de NFT em que os criminosos são muito óbvios — e as perdas são bem reais. Então, fique de olho, tome decisões com base em pesquisa e nunca invista mais do que o que você pode perder.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receba a Newsletter de criptoativos do InfoMoney

LEIA MAIS

Bitcoin
Blockchain
Carteira de criptomoedas
ETF de criptomoedas
Ethereum
Exchange de criptomoedas
DeFi
Metaverso
Mineração de criptomoedas
NFT
Stablecoins
ICO
Peer-to-Peer (P2P)
Terrenos do metaverso
Tokens