Virando o jogo

Por que Trump pode ser o grande vencedor com o próprio impeachment

Trump pode reverter tentativa democrata de atrapalhar sua reeleição e usar caso para ganhar força no pleito de 2020

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Câmara dos Estados Unidos fez história na última semana ao aprovar o pedido de impeachment do presidente Donald Trump. Mas a decisão não só não deve ser um problema para o republicano, como também não está afetando o mercado financeiro.

A explicação para esta falta de preocupação é a pouca probabilidade do presidente ser afastado pelo Senado, que tem maioria republicana. Mais do que isso, o próprio resultado do impeachment comprova essas expectativas.

Foram dois artigos em que Trump foi acusado. O primeiro, por abuso de poder, passou na Câmara com 229 votos democratas e 1 independente, enquanto o segundo, por obstrução do Congresso, com 228 votos democratas e 1 independente.

Aprenda a investir na bolsa

Como aponta a equipe da XP Política, “o resultado reforça a divisão partidária e, portanto, a visão de que os democratas não conseguirão virar os 20 votos que precisariam para condenar Trump e removê-lo do cargo”.

Para condenar Trump, os democratas precisam de 67 votos dos 100 senadores, mas por enquanto só têm 47. A questão é que na Câmara não houve nenhuma traição entre os republicanos, indicando que o partido está unido, levando a crer que é praticamente impossível que 20 integrantes do partido virem para o lado pró-impeachment.

Por conta desta falta de convicção na saída do presidente, a bolsa americana não tem olhado para este caso. Ontem, os índices fecharam próximos da estabilidade e nesta quinta-feira operam com ganhos em Wall Street.

Uma pesquisa com investidores realizada pela RBC Capital Markets mostra que os participantes do mercado ficaram mais confortáveis ao longo do tempo em um cenário em que o presidente sofre o impeachment mas não perde o cargo, como deve ocorrer com Trump.

A pesquisa de dezembro do banco constatou que 74% dos investidores acreditam que esse cenário seria um evento neutro para os mercados. Enquanto isso, a porcentagem de investidores que acreditam que esse cenário seria de baixa caiu, enquanto os que acreditam que seria de alta subiram.

Impeachment pode ser bom para Trump

A divisão política nos Estados Unidos não é novidade, e foi exatamente o que ajudou Trump a ser eleito. A ideia dos democratas com este impeachment era usar como arma para prejudicar o atual presidente em sua tentativa de reeleição em 2020.

PUBLICIDADE

Esta estratégia ficou ainda mais clara com a tentativa da presidente da Câmara, Nancy Pelosi, de tentar adiar o envio das acusações aprovadas na quarta para o Senado, tentando arrastar o caso no Congresso de forma a interferir no pleito do ano que vem.

Caso o Senado absolva Trump antes do início da campanha, o presidente não só terá deixado para trás este assunto, como poderá até usar o fato da tentativa frustrada de afastamento como arma própria para atacar os democratas.

Vale lembrar que as mais recentes pesquisas eleitorais colocam Trump como vitorioso em qualquer cenário contra os pré-candidatos democratas, ou seja, sua base eleitoral segue sólida mesmo no auge deste caso.

Trump está tão tranquilo, que enquanto a Câmara votava os processos, ele participava de um comício no Michigan, onde afirmou que “nem parece que estamos sofrendo um impeachment”. O uso deste caso nas eleições será grande dos dois lados, mas se o que foi visto até agora se manter, Trump não irá se preocupar.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos