AO VIVO COO do Mercado Livre fala sobre o impacto do coronavírus no no e-commerce; assista pelo seu celular no perfil do InfoMoney no Instagram

COO do Mercado Livre fala sobre o impacto do coronavírus no no e-commerce; assista pelo seu celular no perfil do InfoMoney no Instagram

Câmara dos EUA aprova impeachment de Trump, mas é improvável que presidente caia

Democratas não devem conseguir virar os 20 votos que precisariam no Senado para condenar Trump e removê-lo do cargo

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou os dois artigos de impeachment de Donald Trump. O primeiro, por abuso de poder, passou com 229 votos democratas e 1 independente e o segundo, por obstrução do Congresso, com 228 votos democratas e 1 independente.

A dúvida que restava é se haveria traições de um lado ou do outro, algo que não aconteceu. Os democratas que votaram contra o impeachment são de regiões eleitorais em que Trump foi vitorioso em 2016 e, por isso, adotaram postura cautelosa sobre o tema.

O republicano que na primeira votação apareceu como voto favorável, votou errado e seu voto contará como contra o impedimento do presidente nos autos.

PUBLICIDADE

As votações na Câmara mudam a expectativa para o julgamento no Senado? Não. O resultado reforça a divisão partidária e, portanto, a visão de que os democratas não conseguirão virar os 20 votos que precisariam para condenar Trump e removê-lo do cargo.

Leia mais: Câmara dos EUA aprova impeachment de Trump; julgamento vai agora para o Senado

As pesquisas continuam mostrando elevada popularidade do presidente entre republicanos e alta rejeição ao impeachment entre simpatizantes do partido. Apenas fatos novos que mudassem esses números poderiam alterar o resultado no Senado.

Dada a cristalização das opiniões do eleitorado, seja a favor ou contra Trump, esse cenário parece praticamente impossível de ocorrer.

Invista melhor seu dinheiro: abra uma conta gratuita na XP

XP Política