Cenário futuro

Itaú Asset corta projeção de Selic de 3,75% para 1,5% no final de 2020

Dólar deverá fechar o ano em R$ 4,85; previsão de desemprego sobe para 13,2%

arrow_forwardMais sobre

O novo relatório de projeções macroeconômicas do Itaú Asset estima que a taxa básica de juros determinada pelo Banco Central deverá terminar 2020 em queda brusca, dos 3,75% atuais para inéditos 1,5% ao ano. A projeção anterior da instituição era de 3,25%.

Um ano atrás, em abril de 2019, a taxa Selic era de 6,5% ao ano. Em 2016, quando começou a queda gradual que continua até agora, ela era de 14,25%¨a.a.

A estimativa para o PIB ficou mais pessimista: queda de 3,3% – a previsão anterior era de contração de 0,3%. Já para 2021, a previsão é de recuperação mais intensa, com alta de 4,6% do PIB, acima dos 3,0 estimados anteriormente.

PUBLICIDADE

O relatório prevê uma inflação IPCA de 2% em 2020 e 2,9% em 2021, contra os 2,7% em 2020 e 3% do texto anterior. O nível de desemprego previsto neste ano é de 13,2%, mais que os 12,4% estimados antes. Para 2021, a previsão subiu de 9,5% para 11,8%.

A taxa de câmbio prevista para o dólar é de R$ 4,85 tanto para 2020 quanto para 2021.

Aprendizados em tempos de crise: uma série especial do Stock Pickers com as lições dos principais nomes do mercado de ações.Assista – é de graça!