Programas sociais

Gastos com as cinco primeiras parcelas do auxílio emergencial devem somar R$ 184,6 bilhões, diz Caixa

O governo anunciou nesta terça-feira que vai acrescentar mais quatro parcelas ao programa, além das cinco que já estão em curso

SÃO PAULO – Dados divulgados pela Caixa Econômica Federal, nesta terça-feira (01), mostram que, considerando apenas as cinco primeiras parcelas do auxílio emergencial, 67,2 milhões de brasileiros devem ser beneficiados, totalizando R$ 184,6 bilhões, distribuídos em 261,9 milhões de pagamentos.

Nesta terça-feira, o governo anunciou a extensão do auxílio emergencial por mais quatro meses, prorrogando o benefício até dezembro, mas reduzindo o valor dos atuais R$ 600 para R$ 300. O calendário com as datas das novas transferências ainda não foi divulgado porque a extensão do auxílio ainda precisa ser oficializada por meio da edição de uma Medida Provisória, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Apenas os beneficiários do Bolsa Família, que somam 19,2 milhões de pessoas, já receberam as cinco primeiras parcelas do programa. Ao todo, os repasses ao grupo totalizam R$ 75,9 bilhões e foram feitos por meio de 96 milhões de pagamentos.

PUBLICIDADE

“A diferença entre o número de pagamentos e beneficiários ocorre porque as parcelas foram pagas de acordo com a aprovação dos cadastros, em tempos diferentes”, explica Pedro Guimarães, presidente da Caixa, em nota enviada à imprensa. “É importante ressaltar que todos vão receber as cinco parcelas a que têm direito”, ressaltou.

Já os beneficiários cadastrados pelo aplicativo ou site do auxílio emergencial e aqueles que fazem parte do CadÚnico (cadastro que reúne brasileiros cadastrados em outros programas sociais) ainda não receberam as cinco parcelas.

Segundo a Caixa, 109,1 milhões de cadastros do auxílio emergencial já foram processados. O banco também informou que as visitas ao site criado para o programa chegaram a 1,67 bilhão e o aplicativo Auxílio Emergencial já registrou 116 milhões downloads. Já o aplicativo Caixa Tem, que permite movimentar recursos transferidos pela Caixa, não só do auxílio, como também do FGTS, foi baixado mais de 220 milhões de vezes.

Na tabela a seguir é possível ver o volume que será transferido aos beneficiários do auxílio emergencial, quando todos os grupos cadastrados já tiverem recebido as cinco primeiras parcelas do benefício.

TipoBeneficiáriosPagamentosValor
Bolsa Família19,2 milhões96,1 milhõesR$ 75,9 bilhões
CadÚnico10,5 milhões41,5 milhõesR$ 27,7 bilhões
App/site37,5 milhões124,3 milhõesR$ 81,0 bilhões
Total67,2 milhões261,9 milhõesR$ 184,6 bilhões

Segundo as informações divulgadas nesta terça-feira pelo Ministério da Cidadania, o gasto total com o auxílio emergencial deve chegar a R$ 260 bilhões até o fim do programa, considerando as cinco parcelas que já estão em curso, mais as quatro parcelas de R$ 300 anunciadas hoje.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.