RADAR INFOMONEY LAME3 dispara mais de 20% com reestruturação; e mais: PIB fraco da China e ameaça de greve dos caminhoneiros; assista

LAME3 dispara mais de 20% com reestruturação; e mais: PIB fraco da China e ameaça de greve dos caminhoneiros; assista

Tapering no radar

Fed: Powell diz que redução de estímulos pode ser concluída até meados de 2022

A observação de Powell foi feita no início de sua coletiva de imprensa após a divulgação do último comunicado de política monetária do Fed

O Federal Reserve pode encerrar a redução de suas compras de títulos até meados do próximo ano, disse nesta quarta-feira (22) o chair do banco central norte-americano, Jerome Powell.

A observação de Powell foi feita no início de sua coletiva de imprensa após a divulgação do último comunicado de política monetária do Fed, o qual trouxe que “uma moderação no ritmo de compras de ativos pode ser justificada em breve”. O texto, contudo, não fez referência a quanto tempo esse processo pode demorar.

O Fed tem comprado US$ 120 bilhões por mês em títulos do Tesouro e títulos lastreados em hipotecas para apoiar a recuperação da economia da pandemia do coronavírus.

Ele ainda destacou ser “muito importante” para o Congresso aumentar o teto da dívida federal em tempo hábil e que ninguém deve presumir que o banco central pode proteger totalmente a economia ou os mercados financeiros no caso de uma inadimplência da dívida.

Porém, Powell se recusou a dizer se ele está discutindo o assunto com o Departamento do Tesouro ou parlamentares.

Segundo João Leal, economista da Rio Bravo Investimentos, dois pontos chamaram a atenção no Fomc de hoje.

O primeiro, no comunicado, em que os membros destacaram que o tapering estaria próximo, reforçando que a redução de estímulos monetários poderia acontecer em novembro ou dezembro. A segunda, nas projeções para o juro americano, com os membros esperando uma alta em 2022 e um juro mais elevado em 2023. As projeções de inflação também ficaram acima da meta de 2% até 2024.

Já na fala à imprensa, Powell também destacou que há um consenso para começar o tapering no futuro próximo e que pode já iniciar em novembro se a economia evoluir como o esperado. Sobre os objetivos, destacou que os membros avaliam que a inflação já atingiu o que era esperado e alguns membros já veem o mercado de trabalho próximo do objetivo.

“Essas falas não eram amplamente esperadas pelo mercado, o que trouxe um peso hawkish para a decisão de hoje. Por ora ainda esperamos que o anúncio oficial ocorra em novembro e que o tapering comece em dezembro, mas há chances desse processo ser antecipado”, avalia Leal.

PUBLICIDADE

Já no final da apresentação, contudo, Powell ressaltou que o tapering será muito gradual e ainda não foi decidido o período, nem o ritmo.

(com Reuters)

Analista TOP 3 em rentabilidade de curto prazo compartilha seu método exclusivo na Bolsa