Adesão superaria 60%

Argentina anuncia programa para troca voluntária de bônus da dívida em pesos

Entre os anúncios, Sergio Massa reafirmou o compromisso com o pacote fechado com o Fundo Monetário Internacional (FMI)

Por  Estadão Conteúdo -

Ministro da Economia da Argentina, Sergio Massa anunciou na noite da quarta-feira, 3, que será lançado um programa para troca voluntária de bônus da dívida em pesos dos próximos 90 dias. A iniciativa será finalizada na terça-feira e já há “compromissos de adesão de mais de 60%”, disse ele, durante entrevista coletiva na qual delineou os planos para sua gestão no governo do presidente Alberto Fernández.

Massa afirmou que a Argentina tem “quatro ofertas para o fortalecimento de reservas e recompra de dívida soberana”, de acordo com a agência estatal Télam. Segundo ele, três são de instituições financeiras internacionais e uma de um fundo soberano.

Entre os anúncios, Massa reafirmou o compromisso com o pacote fechado com o Fundo Monetário Internacional (FMI), inclusive com metas para a redução do déficit fiscal.

Ele comentou que ocorreu na quarta-feira uma primeira reunião de trabalho com o FMI “para continuar com os desembolsos previstos”.

Além disso, o ministro disse que o governo argentino realizará a licitação do segundo trecho do gasoduto Néstor Kirchner. Esse projeto remonta a 2005, quando governos da região decidiram construir o Gran Gasoducto del Sur, que forneceria gás natural para conectar Venezuela, Brasil e Argentina, mas até hoje a iniciativa não foi finalizada.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe