Eleição argentina

Após vitória de Fernández, BC argentino limita compras de dólares

Segundo o BC argentino, as compras mensais de dólares serão limitadas a US$ 200 por conta bancária e US$ 100 em espécie até dezembro

(Twitter/Alberto Fernández)
Aprenda a investir na bolsa

O Banco Central da Argentina anunciou hoje (28) medidas para limitar as compras de dólares, um dia depois de o peronista Alberto Fernández ser eleito no primeiro turno da eleição presidencial do país.

Segundo o BC argentino, as compras mensais de dólares serão limitadas a US$ 200 por conta bancária e US$ 100 em espécie até dezembro. O limite anterior era de US$ 10 mil por mês.

No último domingo, os argentinos foram às urnas neste domingo (27) e decidiram dar uma nova chance ao kirchnerismo quatro anos após a derrota de Cristina Kirchner para o atual presidente Mauricio Macri, candidato à reeleição no pleito atual.

Aprenda a investir na bolsa

Com 97,4% das urnas apuradas, Fernández tinha 48,02% dos votos. Macri, 40,46%. O resultado garantia a vitória para o kirchnerista porque, na Argentina, o candidato vence em primeiro turno se obtiver mais do que 45% dos votos.

Leia mais:
• Eleições na Argentina: por que você deveria estar preocupado
• América Latina: o desafio de superar o baixo crescimento e a desigualdade

Atual presidente, Macri teve uma recuperação ao longo da campanha após resultados ruins obtidos nas primárias de agosto, mas o esforço foi insuficiente para colocá-lo no segundo turno.

Quem é

Alberto Fernández participou do governo de Néstor Kirchner, entre 2003 e 2007, como chefe do Gabinete de Ministros, e continuou no primeiro governo de Cristina Kirchner.

No ano seguinte, em 2008, Fernández renunciou em meio a uma crise e se tornou crítico do governo de Cristina. Ano passado, dez anos depois de romperem, houve uma reaproximação entre os dois. Alberto, então, se tornou candidato à presidência, convidado por Cristina para compor a chapa.

Ele é advogado e professor de direito penal e civil argentino, e dá aulas na Facultade de Direito da Universidade de Buenos Aires (UBA).

PUBLICIDADE

(Com Agência Estado, Associated Press e Agência Brasil)

Invista contando com a melhor assessoria do mercado: abra uma conta gratuita na XP.