Combate à pandemia

Americanas e B2W fazem doação de R$ 5 milhões para fábrica de vacinas do Butantan

Construção da nova fábrica faz parte dos planos do Instituto Butantan para aumentar a capacidade de produção da CoronaVac

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Americanas (LAME4) e a B2W (BTOW3), dona de Americanas.com, Shoptime e Submarino, informaram que farão uma doação de R$ 5 milhões para a construção da nova fábrica de vacinas contra Covid-19 do Instituto Butantan, em São Paulo.

A construção dessa nova fábrica, que terá 10 mil metros quadrados no complexo do instituto e ficará na Zona Oeste da capital paulista, faz parte dos planos do instituto para aumentar a capacidade de produção da CoronaVac – vacina desenvolvida pela parceria entre o instituto e a farmacêutica chinesa Sinovac. Na prática, o Butantan terá autonomia para fabricar as vacinas diretamente no Brasil, sem precisar importar qualquer insumo da China.

De acordo com o Butantan, a capacidade de produção do instituto com a nova fábrica é de 100 milhões de doses anuais da CoronaVac, além da produção de doses de outras vacinas do instituto, como a contra a influenza, por exemplo.

“A fábrica terá sua fase de construção até setembro e depois ela entra na qualificação. Na qualificação, começa a operar para receber o certificado de boas práticas de fabricação. Recebendo esse certificado, que deve acontecer até o final de 2021, a fábrica inicia a produção da vacina. E produzirá a dose do começo ao final, que é a entrega ao consumidor”, explicou Dimas Covas, presidente do Instituto Butantan, em coletiva de imprensa realizada em novembro de 2020.

O governo paulista conta com a ajuda financeira de empresas privadas – entre elas o iFood, que já anunciou uma doação de também R$ 5 milhões – para reunir os recursos necessários para construir a fábrica. Segundo informações mais recentes do Butantan, até o momento, foram arrecadados cerca de R$ 130 milhões com doações de empresas. O orçamento total da obra é de cerca de R$ 160 milhões.

As doações estão sendo coordenadas pela organização social Comunitas, com apoio da InvestSP, e serão auditadas pela empresa de auditoria PwC. Em comunicado, Americanas e B2W informaram ao InfoMoney que também integram a coalizão de doadores para a fábrica da vacinas da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no Rio de Janeiro.

Quer ser trader e tem medo de começar? O InfoMoney te ajuda a chegar lá: participe do Full Trader, o maior projeto de formação de traders do Brasil e se torne um faixa preta em 3 meses – inscreva-se de graça!