Viagem simplificada

Waze e Veloe anunciam “Passe de Pedágio” para viagens mais rápidas

A nova ferramenta permite que o usuário calcule, além do tempo que será gasto na rota, os valores referentes aos pedágios no trajeto

arrow_forwardMais sobre
Pedágio
Fila de pedágio
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Waze, um dos aplicativos de trajetos viários mais utilizados no Brasil, anunciou nesta segunda-feira (16) uma nova ferramenta que pretende simplificar e facilitar a vida do motorista brasileiro. Batizada de “Passes de Pedágio”, a ferramenta é fruto de uma parceria com a Veloe, empresa operadora de pedágio eletrônico pertencente à marca Alelo.

A novidade permite que o motorista sincronize os aplicativos das empresas envolvidas para realizar um planejamento mais completo da viagem. Agora, além de calcular a duração da rota, será possível checar quanto será gasto em cada pedágio durante o trajeto – tudo sem precisar sair do aplicativo do Waze.

Segundo a nota de anúncio do serviço, a ferramenta busca tornar a viagem do consumidor “cada vez mais simples e descomplicada, com tráfego fluido e sem perda de tempo”.

Aprenda a investir na bolsa

Marcelo Costa, executivo responsável pela Veloe,  diz que a ideia está totalmente alinhada com a estratégia da Veloe para tornar o trajeto dos usuários mais fluido e com menos preocupações. O executivo também explica que a parceria entre os aplicativos é a garantia de um serviço digital e inovador.

“Na Veloe, toda a jornada do cliente é digital e trazer essa inovação ao lado do Waze, por onde certamente passam nossos clientes todos os dias, é garantia de que facilitaremos o caminho dos clientes Veloe e todos os usuários do Waze que são potenciais novos usuários de nossos serviços”, diz Costa.

Já para Leandro Esposito, Gerente-geral do Waze para o Brasil, parceria entre os aplicativos visa criar um serviço que consiga otimizar as navegações e agilizar o trajeto dos usuários.

“Com essa opção, conseguimos mostrar ao cliente o caminho mais rápido e, além disso, calcular o tempo estimado de chegada com mais precisão, já considerando a economia de tempo promovida pelo pagamento automático nas praças de pedágios”, explica Esposito.

A funcionalidade foi programada para ir ao ar antes do final do ano e férias de verão, já que as empresas pretendem testar como o recurso vai funcionar com o fluxo maior de veículos durante o período de dezembro e janeiro.

Invista melhor seu dinheiro. Abra sua conta na XP – é grátis

PUBLICIDADE