Venda de veículo sobe 10,5% e Brasil fecha 2010 na quarta posição do ranking mundial

No ano passado, foram comercializadas mais de 3,32 milhões de veículos, contra os mais de 3,01 milhões vendidos em 2009

SÃO PAULO – O Brasil encerrou 2010 na quarta colocação no ranking mundial de vendas de veículos. De acordo com levantamento divulgado pela Jato Dynamics do Brasil nesta quinta-feira (3), o País registrou aumento de 10,5% nas comercializações no ano passado.

No período, foram comercializadas mais de 3,328 milhões de unidades, contra os mais de 3,011 milhões de veículos vendidos em 2009.

O Brasil passou a ocupar a quarta colocação do ranking em agosto do ano passado, após ultrapassar a Alemanha, que fechou o ano em quinto lugar. O país europeu registrou queda de 21,9% nas vendas em 2010.

China em 1º
A China ficou na liderança do ranking, com aumento de 35,1% nas vendas de veículos no ano passado, de acordo com o estudo. O país comercializou mais de 13 milhões de veículos em 2010.

Os Estados Unidos ficaram na segunda colocação da lista dos países que mais venderam. O país registrou crescimento de 11,2% nas vendas. Já o Japão ficou na terceira colocação, registrando aumento de 7,5% nas vendas. A França ficou atrás da Alemanha, na sexta colocação, com aumento de 1% nas vendas, e a Índia ficou na sétima colocação, apesar do aumento de 34,2%.

A Itália registrou queda nas vendas em 2010, de 8,4%. O país ficou na nona colocação, atrás da Grã Bretanha, que registrou aumento de 3,3% nas comercializações. A Rússia ficou na décima colocação, com elevação de 30,3% das vendas. 

“O mais interessante é que bloco Bric (Brasil, Rússia, Índia e China) se fortalece e podemos já ter em 2011 a Índia em 5º lugar e a Rússia em 8º, demonstrando que os países emergentes estão cada vez mais maduros e com desenvolvimento bem estruturado e forte”, afirmou o diretor superintendente da Jato Dynamics do Brasil, Luiz Carlos Augusto.

América do Sul
Dos destaques da América do Sul, a Bolívia registrou o maior crescimento nas vendas, de 28,8%. No ano passado, o país vizinho comercializou 7.038 unidades. A Argentina, por sua vez, registrou crescimento de 21,6%, com pouco mais de 598 mil unidades vendidas.

“O fechamento do ano foi positivo para região. O crescimento da Argentina foi muito bom, esperamos que este ano o país mantenha o ritmo, o que não vai ser fácil”, disse Augusto.

PUBLICIDADE

Por outro lado, o Peru apresentou a maior queda em 2010, de 27,3%, com 57.477 unidades vendidas, ante 79.076 em 2009. Já o Equador registrou a segunda maior redução, de 24,7%, com 59.841 unidades vendidas no ano passado.

Emplacamentos crescem em 2010
De acordo com dados divulgados pela Fenabrave (Federação Nacional de Distribuição de Veículo Automotores), o Brasil comercializou 5.444.397 veículos no ano passado. Comparado com 2009, quando foram vendidas 4.842.736, houve uma elevação de 12,42%.

Considerando somente os automóveis e comerciais leves emplacados em 2010, houve crescimento de 10,6%, na comparação com 2009. Foram vendidos no País 3.329.170 unidades no ano passado.