Quase 70% dos usuários ativos da web visitaram sites de e-commerce

Pesquisa do Ibope mostra que, do total de 43,3 milhões de usuários ativos em dezembro, 29,7 milhões acessaram esse tipo de site

SÃO PAULO – No último mês de 2010, mais de 29,7 milhões de pessoas visitaram sites de e-commerce. O número corresponde a 68,6% do total de usuários ativos do País, que atingiu em dezembro 43,3 milhões de pessoas.

Segundo dados do Ibope Nielsen, divulgados nesta quarta-feira (2), do total de usuários que acessaram páginas de comércio on-line, 25,4 milhões acessaram sites de lojas de varejo, 18,1 milhões entraram em páginas de leilões e classificados e 16,7 milhões acessaram guias e comparadores de preços.

Crescimento
Já os sites de cupons e recompensas e aqueles promocionais, que concedem amostras grátis, representaram 34,8% e 1,6%, na ordem, do total de usuários ativos de dezembro. Embora sejam as categorias que têm menor representatividade no comércio eletrônico, elas registraram os maiores crescimentos em audiência.

De acordo com a pesquisa, somente a categoria cupons e recompensas, que engloba páginas de clubes de compra, de milhas, de cupons e de descontos e compras coletivas, alcançou 15,1 milhões de usuários.

“Agrupados, os sites de cupons e compras coletivas atingiram 13,2 milhões de pessoas em dezembro e já acumulam crescimento da audiência de mais de 680% desde junho”, disse, por meio de nota, o analista do Ibope Nielsen Online, José Calazans.

Tempo
Considerando a categoria de comércio eletrônico, os usuários gastaram, em média, 1h21 nesse tipo de site em dezembro. Dentre as subcategorias, os sites de lojas de varejo registraram o maior tempo médio, de 52 minutos e 15 segundos. Já os sites promocionais registraram um tempo médio por pessoa de apenas 3 minutos e 3 segundos.

O tempo médio de uso do computador, considerando os usuários ativos e pessoas com acesso, alcançou 63h18 em dezembro – uma queda de 2,9% na comparação com novembro.

Usuários
Em dezembro, 54,5 milhões de brasileiros tinham acesso à internet na residência ou no trabalho. Desse total, 34,9 milhões tinham acesso nas residências – um aumento de 22% frente a 2009, quando 28,5 milhões tinham acesso à web de casa.

Considerando o acesso à internet em qualquer ambiente (residências, trabalho, escola, lan houses, bibliotexas e telecentros) o número alcançou os 73,7 milhões no terceiro trimestre de 2010, considerando os brasileiros com idade acima de 16 anos.

PUBLICIDADE