Finanças pessoais

Quanto custa manter um pet? Gastos mensais podem comprometer até 24% da renda

No Brasil, os gastos com animais de estimação variam de menos de 1% a 24% da renda familiar, dependendo da classe econômica

Por  Weruska Goeking -

SÃO PAULO – Quase todo mundo quer ter ou já possui um bichinho de estimação, mas geralmente esquece de colocar em seu planejamento financeiro os gastos com o pet. Você sabe quanto um amiguinho peludo ou até mesmo um peixinho ou pássaro pesa no seu bolso? A Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) fez as contas

“Além de um compromisso durante os anos de vida do animalzinho, existem inúmeros gastos mensais pré-determinados”, explica Angela Assumpção, planejadora financeira. No caso de cães e gatos, por exemplo, há os custos básicos com alimentação, banho (caso não seja possível dar em casa por conta do pelo e/ou tosa), vacinação, entre outros.

Segundo dados da Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação), um cachorro de porte médio (entre 11kg até 25kg) custa R$ 278,21 por mês. Neste valor estão considerados gastos com ração (332 gramas por dia), banho e tosa (uma vez por mês), veterinário (três consultas por ano), antipulgas (uma vez por mês), vacinas (uma dose por ano) e vermífugos (duas vezes ao ano).

Além disso, existem os custos opcionais como brinquedos, cama, ossinhos e outros mimos. Também devem ser levados em conta imprevistos como idas ao veterinário em caso de doença, necessidade de um adestrador ou dogwalker, hospedagem em caso de viagens e até objetos que podem ser destruídos pelos filhotes.

No Brasil, os gastos com animais de estimação variam de menos de 1% a 24% da renda familiar, dependendo da classe econômica. Quanto menor o salário, maior é a proporção do gasto mensal com os pets, segundo a Abinpet.

AnimalGastos mensais(em média)Custos inclusos
Cachorro pequeno (até 10 kg)

Cachorro médio (11 kg até 25 kg)

Cachorro grande (26 kg até 45 kg)

R$ 216,50
R$ 278,21
R$ 411,32
Ração (6,4 kg -pequenos, 9,9 kg-médio e 15,6 kg-grande), banho e tosa (1 vez-mês), veterinário (3 consultas-ano), antipulgas (1 vez-mês), vacinas (1 dose-ano de V10, raiva, giárdia e gripe) e vermífugos (2 vezes-ano)
GatosR$ 121,39Ração (2,1 kg), banho e tosa (1 vez-mês), veterinário (3 consultas-ano), antipulgas (1 vez-mês), vacinas (1 dose-ano de quádrupla e raiva) e vermífugos (2 vezes-ano)
PeixesR$ 66,50alimentação, manutenção (água, elementos filtrantes e energia elétrica), equipamentos (aquário, filtro e bomba) para 10 peizes pequenoas em aquário de 40 litros. A média por peixe é de R$ 5,08
RoedoresR$ 55,50alimentação
RépteisR$ 14,90alimentação
AvesR$ 7,80alimentação

Fonte: Site Como Investir, da Anbima

O custo aumenta com o tempo. “Quando os animais envelhecem ficam mais frágeis, o que pode subir a despesa com remédios, rações específicas e idas mais frequentes ao veterinário”, explica Assumpção.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma solução para saber o quanto um bichinho comprometerá do orçamento, segundo a planejadora, é dar um pulinho no pet shop e no veterinário e verificar o preço de tudo isso.

Invista seu dinheiro e garanta seu futuro e dos seus pets. Clique aqui e abra sua conta na Rico

Compartilhe