É hoje

O que é Black Friday? Entenda o significado do termo e como surgiu

A história vai muito além de descontos em lojas e sites até chegar no que é hoje: o maior evento de consumo do planeta

Por  Mariana Zonta d'Ávila -

Praticada no Brasil desde 2010, a Black Friday como conhecemos, que leva milhares de pessoas às compras com grandes descontos em lojas e sites, é uma tradição norte-americana. Comemorada na sexta-feira após o Dia de Ações de Graças — este sempre na última quinta-feira do mês de novembro —, é considerada o primeiro dia oficial de compras para o Natal.

Muitos são os mitos e as histórias a respeito de seu significado original. Uma delas é de que o termo surgiu com a tradição de fazendeiros americanos que usavam esse dia como uma oportunidade para vender e comprar escravos.

O termo “Black Friday”, porém, não está relacionado à venda de escravos e só surgiu praticamente um século depois, quando a escravidão já estava abolida nos Estados Unidos. A primeira vez que o termo foi utilizado foi em 1951, quando os funcionários falavam que estavam doentes no dia após a Ação de Graças, para garantir quatro dias seguidos de folga, uma vez que naquela época, esses dias não eram reembolsados.

Na década de 1960, o termo “Black Friday” foi muito usado pelo Departamento de Polícia da Filadélfia, que tinha que lidar com o caos causado pelo  excesso de pedestres e veículos, já que milhares de consumidores se dirigiam ao centro da cidade para fazer compras nos dois dias após o Dia de Ação de Graças. Era na sexta-feira que as pessoas faziam suas primeiras compras para o Natal, e que o Papai Noel passava a ocupar sua famosa cadeira nas lojas de departamento, fazendo com que todas as crianças da cidade quisessem vê-lo.

Além disso, justamente por ser considerado o período de pior trânsito na cidade, nenhum policial podia tirar o dia de folga, sendo obrigados a fazer um turno de mais de 12 horas. “Black Friday” passou então, a ser usado pelos policiais para designar esse dia caótico, e depois de sair nas manchetes dos jornais e nos noticiários da cidade, se espalhou pelo país.

É na época de 1981, porém, que o termo passou a ser utilizado como usamos hoje, em que milhares de lojas abrem suas portas com grandes descontos para incentivar o consumo. Era o dia mais esperado do ano, pois era quando os varejistas finalmente mostravam o lucro dos semestres, saindo “do vermelho” e indo para “o preto”, ou seja, atravessado um período de baixas vendas que começava em janeiro e permanecia até o meio de novembro.

Cifras bilionárias

Hoje, a Black Friday é o maior evento de consumo do planeta. No Brasil, os e-commerces devem movimentar R$ 6,38 bilhões apenas nas 24 horas desta sexta-feira (26), de acordo com o estudo da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

A estimativa representa um crescimento de 25% sobre o faturamento registrado em 2020, que já havia sido positivo em razão da aceleração digital provocada pela pandemia. Ano passado, as vendas passaram de R$ 5,1 bilhões.

Planeje seus gastos
Baixe de graça a planilha de controle financeiro com todos os cálculos para monitorar seus gastos mensais e veja um resumo sobre a evolução do seu orçamento ao longo do ano:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe