Número de carros emplacados recua 37% na primeira quinzena deste mês

Frente a janeiro de 2010, a houve aumento de 14,94% de acordo com dados da Fenabrave

SÃO PAULO – O número de automóveis emplacados registrou queda de 37,37% na primeira quinzena deste mês, na comparação com a mesma quinzena de dezembro, de acordo com relatório da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) divulgado nesta terça-feira (18).

Nos primeiros 15 dias deste mês, 88.419 unidades de veículos de passeio foram vendidas. O número é 14,94% maior frente aos 76.927 autos vendidos na primeira quinzena de janeiro de 2010.

O número de emplacamentos de comerciais leves também recuou na comparação mensal. Na primeira quinzena deste mês, 25.596 leves foram comercializados, o que representa queda de 27,96% sobre os 35.529 vendidos nos primeiros 15 dias do mês passado. Frente à primeira quinzena de janeiro de 2010 (21.499 unidades), houve alta de 19,06%.

Segundo o relatório, do total de automóveis e comerciais leves emplacados na primeira quinzena de janeiro, a maioria era composta por bicombustíveis (83,91%), com 95.673 unidades. Já os demais combustíveis registraram 18.342 emplacamentos ou 16,09% do total de veículos vendidos no período.

Geral
Considerando todas as categorias de veículos, nos primeiros 15 dias do mês, 196.068 unidades foram emplacadas, contra 287.206 dos primeiros 15 dias de dezembro, o que representa uma queda de 31,73%.

Já em relação aos primeiros 15 dias de janeiro de 2010, quando foram vendidas 175.155 unidades, houve acréscimo de 11,94% nas comercializações de veículos no País.

Quanto às motos, foram registrados 70.001 emplacamentos. As vendas apresentaram queda de 25,72% sobre as 94.240 unidades emplacadas na primeira quinzena de dezembro e aumento de 5,4% frente à primeira quinzena de janeiro de 2010 (66.412 unidades).

Segundo a Fenabrave, também nos 15 primeiros dias deste mês, foram emplacados 6.208 caminhões, o que representa um recuo de 25,09% frente ao mês passado. O levantamento aponta ainda uma alta de 6,51% nos emplacamentos de ônibus neste período, para 1.341 unidades.