Mudar a decoração da sua casa nem sempre significa gastar muito

A tarefa de renovar o ambiente onde você mora não precisa ser sinônimo de assumir novas dívidas; confira algumas dicas

SÃO PAULO – Chega um momento em que sentimos uma necessidade urgente de mudar tudo, certo? Porém, quando esta vontade está ligada à decoração da nossa casa, nem tudo parece tão simples. Logo pensamos nos gastos e, muitas vezes, desistimos antes de começar.

Primeiro passo: planejamento

Verifique, primeiramente, como andam as suas finanças. Para quem possui o orçamento na ponta do lápis, isto é, controla mensalmente sua receita e as suas despesas, esta tarefa se torna mais fácil.

Mas, se você não tem o menor controle sobre suas contas, aqui vai um alerta: está na hora de começar a se organizar e garantir sua segurança financeira.

Com base nesta informação, você tem dois caminhos: caso tenha uma quantia a empregar neste objetivo, mãos à obra! Porém, caso perceba que está faltando dinheiro para chegar ao fim do mês, não desanime, e planeje-se para começar a renovação aos poucos. Isso não significa que você não possa começar hoje mesmo a dar uma cara nova à sua sala ou ao seu quarto. Experimente algumas alternativas!!

Troque os móveis de lugar

Procure dedicar algum tempo para observar cada detalhe de sua casa. Isto pode levar dias, semanas ou meses, depende mesmo de você. Calcule espaços disponíveis, objetos de decoração e móveis. Veja também o que tem guardado. Com certeza encontrará artigos inusitados. Já com tudo devidamente registrado, é o momento de soltar a criatividade.

Para isso, não tenha pressa. Fique inteiramente disponível a esta atividade. Troque móveis de lugar e procure se desfazer do que for muito antigo, ou seja, aqueles enfeites que nem sabe por que comprou ou de quem ganhou, mas que estão lá, na prateleira, fazendo volume e acumulando poeira!

Verde nunca é demais e harmoniza

Procure colocar algumas plantas na sua sala. Elas dão um aspecto bastante diferente ao local, e você não precisa gastar muito com isso.

Caso não possua nada do seu agrado, você pode comprar algo a um preço bem acessível. Basta pesquisar.

Continuando nas cores, opte por artigos na cor amarela se a sua intenção é alegrar e iluminar o ambiente. Você perceberá uma tremenda diferença.

Seja o artista da sua casa

PUBLICIDADE

Caso goste, você poderá inovar ainda mais no seu “lar doce lar”, sendo o pintor da sua casa. Experimente pintar as paredes: comece aos poucos, com um ambiente de cada vez. Existem hoje no mercado diversos produtos em texturas muito originais que, embora não sejam tão baratos, são de fácil aplicação e garantem ótimos resultados!

Ainda na linha das artes manuais, experimente compor outros objetos artesanais. Porém lembre-se, tudo isso deve ser feito por vontade, jamais por obrigação. Pouco a pouco sua casa estará muito mais bonita, com pouco investimento e, o melhor, com muita dedicação de sua parte.

Cansado dos seus móveis?

Caso não agüente mais o seu sofá, lembre-se que você pode dar a ele uma cara bem diferente, de forma relativamente barata: hoje existem muitos recursos, como o uso de capas especiais ou mesmo mantas próprias para isso. O efeito de inovação será percebido na hora, e o melhor: seu bolso não sofrerá muito com isso.

Aposte na reforma de alguns móveis. Existem certas peças que são de ótima fabricação e estrutura muito forte. Neste caso, vale a pena optar pela reforma. Para isso, você pode entregar o produto a um profissional ou confiá-lo ao seu talento e criatividade, por meio de alternativas diferentes de pintura, como a pátina, por exemplo.

O ponto todo é: com criatividade e disposição, você poderá sim ter uma casa nova, sem gastar o absurdo que imaginava. Basta começar!