RADAR INFOMONEY Por que a Bolsa sobe e o PIB cai? O Ibovespa segura os 120 mil pontos, diante do caos na economia?

Por que a Bolsa sobe e o PIB cai? O Ibovespa segura os 120 mil pontos, diante do caos na economia?

Governo destina R$ 589 milhões para implantar banda larga popular

Com esse recurso, a banda larga deverá ser levada para 1.173 cidades, com o custo de R$ 35 para cada cidadão

SÃO PAULO – A Telebrás terá R$ 589 milhões para implantar o PNBL (Plano Nacional de Banda Larga) e levar a banda larga para 1.173 cidades, nas quais o custo previsto é de R$ 35 para cada cidadão.

Desse recursos, R$ 316 milhões são oriundos de créditos extraordinários do Poder Executivo, que estavam previstos para 2010 e empenhados no final de dezembro, e R$ 273 milhões já estavam previstos para este ano. De acordo com a Agência Brasil, no ano passado deveriam ser liberados R$ 600 milhões e, este ano, R$ 400 milhões.

“Ainda não fiz o ajuste fino [para avaliar se é possível implantar o PNBL com R$ 589 milhões, em vez do R$ 1 bilhão previsto]. Mas acredito que isso nos dará liberdade para fazer os contratos, já que os editais acabaram resultando em preços menores do que o que esperávamos. Por isso, é sim, possível”, afirmou o presidente e diretor de Relações com Investidores da Telebrás, Rogério Santana.

2010
De acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), 72% dos 28 projetos de curto prazo relacionados ao PNBL (Plano Nacional de Banda Larga) foram executados em 2010. 

Segundo a agência, houve prioridade na implementação das pastas ligadas à internet banda larga como forma de fomentar a inclusão social, elevação de produtividade e inovação tecnológica na população.

O PNBL, publicado em maio do ano passado, consta no PGR (Plano Geral de Atualização da Regulamentação das Telecomunicações no Brasil).