RADAR INFOMONEY Usiminas lucra R$ 1,2 bi: mas por que não empolga tanto? Confira no programa desta sexta

Usiminas lucra R$ 1,2 bi: mas por que não empolga tanto? Confira no programa desta sexta

Dinheiro: tenha uma vida financeira saudável em 2011

Com mudanças simples na forma como organiza seu orçamento é possível criar hábitos saudáveis e garantir equilíbrio nas finanças. Confira!

SÃO PAULO – Passada a primeira semana do ano novo, a maioria dos brasileiros volta às suas atividades normais. 

Hora de voltar ao trabalho, à academia e, por que não, hora de organizar sua vida financeira. Afinal, com o orçamento em dia, fica mais fácil aproveitar as oportunidades que surgirão neste novo ano, não é mesmo? 

2011 financeiramente saudável
A seguir você confere 12 dicas que vão lhe ajudar a ter uma vida financeira equilibrada nos 12 meses de 2011:

1- Poupe – por menos que seja, crie o hábito de poupar todo mês. Ao invés de esperar para ver quanto sobra no mês, para só então guardar, inverta a ordem: guarde primeiro e veja quanto sobra para gastar no mês; os sistemas bancários que “guardam” uma parte do salário logo que ele é depositado são grandes aliados;

2 – Planeje-se – imprevistos acontecem, mas na grande parte das vezes os problemas financeiros são resultado da falta de planejamento e de más decisões tomadas;

3 – Tenha controle da situação – saiba exatamente quanto você ganha e quanto você gasta. Se você não se adapta a planilhas ou sistemas complexos, não tem problema. Anote em um caderninho todas as suas receitas e despesas. O que não vale é chegar ao final do mês sem saber exatamente onde seu salário foi parar;

4- Avalie os gastos – quase sempre é possível gastar menos do que se gasta todos os meses. Você precisa mesmo de 150 canais na TV por assinatura? E que tal, ao invés de pedir pizza todos os sábados, transformar sua casa em uma cantina e preparar com a família a iguaria italiana pelo menos uma vez por mês? Pequenas despesas eliminadas podem resultar em grande economia no final do mês;

5 – Questione antes de comprar – por mais que pareça uma dica ultrapassada, muitas pessoas ainda comprometem seu orçamento mensal com compras por impulso. Portanto, antes de adquirir um produto, questione a real necessidade da compra. Se ao fazer isso, concluir que precisa mesmo, ou quer muito, e a aquisição não for prejudicar o orçamento, então compre;

6 – Não é preciso apenas guardar – dinheiro também foi feito para gastar e não apenas para ficar guardado. Pesquisando preços e comprando conscientemente, use o dinheiro para melhorar a sua qualidade de vida;

PUBLICIDADE

7 – Pense no futuro – não se esqueça que você precisará ter qualidade de vida na sua velhice. Portanto, lembre-se que, se você não cuidar bem do seu dinheiro agora, poderá ficar sem em um momento da vida onde ganhá-lo será mais difícil;

8 – Estude – arranje tempo para ir em busca de conhecimento que lhe ajude na administração de seus recursos. Com conhecimento, você entenderá perfeitamente o que o gerente do seu banco está lhe propondo e poderá tomar uma decisão consciente sobre aceitar ou não determinado produto financeiro;

9 – Conheça as ferramentas de crédito – com a ampliação do crédito ficou mais fácil comprar coisas financiadas; mas não se esqueça que, na maioria das vezes, financiamento é sinônimo de pagar mais pelo mesmo produto. Avalie os juros que estão sendo cobrados, e não só se o valor da parcela cabe no bolso. Ficou muito caro? Opte por poupar e barganhar um melhor preço no pagamento à vista;

10 – Fuja das dívidas altas – o cartão de crédito e o limite do cheque especial são ótimas ferramentas para momentos de aperto, mas possuem juros muito altos. Precisou de dinheiro? Procure uma instituição financeira que possa lhe oferecer empréstimo pessoal ou consignado. As taxas costumam ser menores;

11 – Reduza os limites – aproveite o início do ano e peça para reduzir o limite do seu cartão de crédito. Isso fará com que você não assuma dívidas muito altas e se atrapalhe na hora de pagar. O ideal é que o limite seja de, no máximo, 10% da sua renda mensal líquida;

12 – Poupe para gastar – aposto que assim que passou o Natal você entrou em uma loja, viu tudo em promoção, mas estava sem dinheiro para comprar, certo? Então faça uma poupança justamente para ser utilizada quando aparecem essas boas oportunidades. Mas, como já foi dito, gaste de forma consciente!