Consumo das famílias cresce 6,7% nos onze primeiros meses de 2010

Segundo a Serasa, considerando apenas novembro, consumo das famílias avançou 6,6% em relação a igual período de 2009

SÃO PAULO – O consumo das famílias avançou 6,7% no acumulado do ano passado, até novembro, segundo revelam dados do Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal), divulgado nesta sexta-feira (21).

Na comparação anual entre o mês de novembro do ano passado e de 2009, houve alta de 6,6%. Frente ao mês imediatamente anterior, o consumo das famílias manteve-se estável. Em 12 meses encerrados em novembro, a alta acumulada é de 6,9%.

Demanda no PIB
A tabela abaixo mostra a variação de cada componente da demanda no PIB em novembro de 2010, na comparação com o mesmo período de 2009 e com outubro de 2010, além da variação acumulada no ano e em 12 meses:

ComponenteNovembro 2010 /Novembro 2009
Novembro 2010 / Outubro 2010Acum. do ano
Acum. em 12 meses
Consumo das famílias6,6%0%6,7%6,9%
Consumo do governo1,9%0,6%3,7%4%
FBCF*13,3%5,5%22,5%22,4%
Exportações de bens e serviços16,3%2,2%11%10,1%
Importações de bens e serviços33,8%3,5%37,6%35,1%

(*) FBCF – Formação Bruta de Capital Fixo – representa o investimento em produção, ou seja, o quanto as empresas aumentaram os seus bens de capital (máquinas e equipamentos principalmente) em determinado período.

Oferta no PIB
De acordo com o relatório, considerando a oferta agregada, o destaque positivo em novembro de 2010 ficou com o setor de indústria, que avançou 1,3% frente o mês anterior.

No que diz respeito aos setores de serviços, houve variação de 0,5% no período analisado. Já a agropecuária manteve-se estável.