Brasileiros continuam otimistas com relação à situação socioeconômica

Segundo o Ipea, 60,4% das famílias acreditam que o Brasil passará por melhores momentos nos próximos 12 meses

SÃO PAULO – O otimismo das famílias brasileiras com relação à situação socioeconômica do País continua positivo, segundo revela pesquisa divulgada, nesta quinta-feira (6), pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

De acordo com a Agência Brasil, o IEF (Índice de Expectativas das Famílias) indicou que o otimismo dos brasileiros alcançou 64,6 pontos no mês passado – contra 65,6 pontos em novembro.

Segundo o levantamento, 60% das famílias brasileiras acreditam em melhores momentos para a economia do País nos próximos 12 meses.

Renda e Região
O maior grau de otimismo encontra-se nas famílias com renda de cinco a dez salários mínimos. As famílias de menor renda, ao contrário, registraram otimismo abaixo da média da população.

Por região, o Centro-Oeste possui maior otimismo, com 70,49 pontos . O Sul parece em seguida com 68,53 pontos, enquanto Sudeste, Nordeste e Norte apresentaram 64,97; 61,82; e 60,54 pontos, respectivamente.

Considerando a expectativa sobre a situação econômica do País para os próximos cinco anos, o instituto constatou que 57,5% das famílias esperam o mesmo cenário para este período.

O Ipea visitou 3.810 domicílios, em 214 municípios. Taxas de até 20 pontos indicam grande pessimismo; de 20 a 40, pessimismo; de 40 a 60, moderação; de 60 a 80, otimismo; e de 80 a 100, grande otimismo.