Dia da Consciência Negra vira feriado nacional, mas 2024 segue com poucos ‘feriadões’

4 feriados nacionais vão cair no fim de semana no próximo ano

Anna França

Publicidade

Os brasileiros ganharam mais um feriado nacional em 2024: o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou, na quinta-feira (21), lei que torna o 20 de novembro, data de celebração do Dia Nacional de Zumbi dos Palmares e da Consciência Negra. O feriado, que antes era celebrado em apenas seis estados, agora será comemorado em todo o país.

O status de feriado nacional dado ao 20 de novembro representa um marco no movimento negro brasileiro, com articulação no Congresso e na sociedade civil, que busca mais visibilidade às conquistas, aos direitos e aos desafios desta população, que é maioria no Brasil.

Em 2024, o 20 de novembro cairá numa quarta-feira (meio da semana) e não vai mudar os planos de quem contava com a ajuda do calendário para ter mais folgas prolongadas em vários feriados. O ano de 2024 já é visto como o ano do trabalho — com pouquíssimas oportunidades de folga estendida.

Planilha Gratuita

O seu bolso vai agradecer

Organize a sua vida financeira com a planilha de gastos do InfoMoney; download liberado

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Isso porque o próximo ano será bissexto. Dessa forma, o mês de fevereiro terá um dia extra, totalizando 366 dias no ano. Esse dia a mais ocorre a cada quatro anos para manter o calendário anual ajustado em relação à translação da Terra e com os eventos sazonais relacionados às estações. Esse único dia a mais será suficiente para mudar as posições dos feriados.

Assim, o ano novo começa numa segunda-feira. O Carnaval será de 10 a 13 de fevereiro, indo de sábado a terça-feira, com a Quarta-Feira de Cinzas no dia 14. Quarenta dias depois, em 29 de março, será a vez da Sexta-Feira Santa, feriado nacional com possibilidade de emenda com o final de semana.

Em abril, o feriado de Tiradentes, no dia 21, cairá num domingo. No mês seguinte, o Dia do Trabalho será numa quarta-feira, no meio da semana e com pouca possibilidade de emenda. Já o feriado de Corpus Christi, em 30 de maio, será um dos poucos aproveitáveis no primeiro semestre porque cairá numa quinta-feira.

Continua depois da publicidade

Fim da moleza

Depois disso acabou a moleza. Os feriados do Dia da Independência, em 7 de setembro, Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, e Finados, em 2 de novembro, serão no sábado — sem possibilidade de descanso extra. O Dia da Consciência Negra, como relatado anteriormente, será celebrado numa quarta-feira.

O respiro virá só no Dia da Proclamação da República, em 15 de novembro, uma sexta-feira; o Natal, dia 25 de dezembro, mantém no mesmo ritmo dos feriados anteriores, caindo numa quarta-feira.

O setor varejista agradece anos como o de 2024. Isso porque o comércio acaba registrando uma queda no faturamento em função das paradas nos feriados em dias úteis. Em 2023, a grande quantidade de feriados deve acarretar numa redução da rentabilidade anual média de 1,29% do setor, provocando um prejuízo de R$ 2,46 bilhões, segundo projeções da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Calendário de feriados em 2024

Janeiro
Dia 1º, Ano Novo – segunda-feira

Fevereiro
Dias 10 a 13 – Carnaval (de sábado a terça-feira)

Março
Dia 29 – Sexta-feira Santa

Abril
Dia 21 – Tiradentes – domingo

Maio
Dia 1º – Dia do Trabalho – quarta-feira
Dia 30 – Corpus Christi – quinta-feira

Setembro
Dia 7 – Independência – sábado

Outubro
Dia 12 – Nossa Senhora Aparecida – sábado

Novembro
Dia 2 – Finados – sábado
Dia 15 – Proclamação da República – sexta-feira
Dia 20 – Dia da Consciência Negra – quarta-feira

Dezembro
Dia 25 – Natal – quarta-feira

Anna França

Jornalista especializada em economia e finanças. Foi editora de Negócios e Legislação no DCI, subeditora de indústria na Gazeta Mercantil e repórter de finanças e agronegócios na revista Dinheiro.