Chocolate contaminado

Anvisa recebe alerta internacional sobre salmonela em Kinder Ovo

Brasil não está na lista de países com chocolates contaminados pela Salmonella Typhimurium; produto foram fabricados em Arlon, na Bélgica

Por  Agência Brasil

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recebeu alerta divulgado pela Rede Internacional de Autoridades de Segurança Alimentar (Infosan) sobre surto de Salmonella Typhimurium em chocolates da marca Kinder. Segundo o aviso, o Brasil não está na lista de países para os quais o produto foi distribuído.

Em nota, a Anvisa afirmou que está monitorando as informações das autoridades na Europa sobre os casos de infecção pela Salmonella Typhimurium associados ao consumo de chocolates da empresa Ferrero, fabricados na Bélgica e distribuídos para diferentes países.

Os representantes da empresa Ferrero no Brasil enviaram comunicado oficial à Anvisa, no qual informaram que a contaminação ocorreu na fábrica em Arlon, na Bélgica, e que as operações foram suspensas. A empresa informou ainda que começou a recolher os produtos em todos os países de destino e que a contaminação não atinge os chocolates no Brasil.

Como medida preventiva, a agência recomenda aos consumidores que tenham ou pretendam adquirir chocolates da marca Kinder que verifiquem no rótulo os dados do fabricante do produto, especialmente de Arlon, na Bélgica. “A Anvisa segue o monitoramento do caso junto à empresa e acompanha as informações veiculadas por outras autoridades internacionais”.

Os produtos Kinder feitos na fábrica que apresentou o problema são:

  • Kinder Surprise Maxi 100 g
  • Kinder Surprise 1 x 20 g (20 g), 3 x 20 g (60 g) e 4 x 20 g (80 g)
  • Kinder Schokobons WHITE 200 g
  • Kinder Schokobons 125 g, 200 g e 300 g
  • Kinder Mix Peluche 133 g
  • Kinder Mix Advent Calendar 127 g
  • Kinder Mini Eggs Hazelnut 100 g
  • Kinder Mini Eggs Mix 250 g
  • Kinder Happy Moments 162 g

Notificação do Ministério da Justiça

Ontem, o Ministério da Justiça, por meio da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacom), notificou a Ferrero do Brasil para que apresentasse esclarecimentos sobre a segurança do produto no pais ou formalizasse o recall do chocolate.

Em nota enviada ao InfoMoney, a Ferrero do Brasil afirmou que não recebeu “qualquer notificação oficial da Senacon sobre possíveis esclarecimentos em relação a episódios de intoxicação por salmonella em produtos da Kinder Europa e destaca que recebeu, a partir da imprensa, a informação sobre o caso”.

A empresa disse que entrou em contato voluntariamente com a Anvisa para esclarecer os fatos e se colocou à disposição para quaisquer informações adicionais.

“A Ferrero reitera que o recall voluntário que vem sendo realizado em outros países refere-se apenas a produtos das linhas Kinder Surprise, Kinder Mini Eggs, Kinder Surprise Maxi 100g e Kinder Schokobons fabricados em Arlon, Bélgica. Estes produtos não são vendidos pela Ferrero no Brasil, portanto não há que se falar em retirada destes itens do país”.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Compartilhe