ALPA4: Os pés-de-chinelo mais valiosos do mundo

Para se ter uma ideia de números, Havaianas representa perto de 70% da receita de Alpargatas e quase 100% do resultado operacional gerado pela empresa 

arrow_forwardMais sobre

Uma das coisas que mais gosto de fazer quando analiso empresas é ver o quanto elas são presentes em nosso dia-a-dia. Para mim, tem um sabor a mais você tornar-se sócio de uma empresa amplamente conhecida no Brasil ou até no mundo. O Stock Pills dessa semana falará de uma dessas empresas: seu nome em bolsa não é tão famoso quanto a sua principal marca. Estamos falando da Alpargatas (código: ALPA4), dona da marca de chinelos Havaianas.

Para se ter uma ideia de números, Havaianas representa perto de 70% da receita de Alpargatas e quase 100% do resultado operacional gerado pela empresa. No ano, a ação com maior liquidez em bolsa, a ALPA4, sobe 66%.

No Stock Pills dessa semana, convidamos Beatriz Fortunato, uma das fundadoras da Studio Investimentos, gestora que conta hoje com R$ 1 bilhão sob custódia (desses, 5% em ALPA4) para explicar os motivos dessa forte alta, assim como as perspectivas para a empresa daqui para a frente.

PUBLICIDADE

A gestora iniciou o investimento em Alpargatas ainda em 2015, quando o grupo Camargo Correa decidiu vender o controle da companhia para a JBS. Na época, a Beatriz acreditava que a mudança de controle seria o gatilho pra uma série de melhorias. Porém, as dificuldades que o novo controlador acabou tendo (e que ficou muito explícito na Operação Carne Fraca) atrasou essa melhora e culminou em uma nova venda do controle da Alpargatas no final de 2017, desta vez para o Grupo Itaú e Cambuhy, seus atuais controladores. Desde a sua chegada, o novo controlador melhorou de forma significativa a governança da empresa e deve impulsionar uma aceleração relevante da entrega de resultados nas três principais frentes que formam a tese de investimentos da Studio.

Melhor alocação de capital: É o pilar mais avançado. Vendeu duas operações relevantes (Argentina + Topper e Rainha) que no passado geravam prejuízo e desfocavam os executivos. Outras operações que não geram sinergias com Havaianas provavelmente serão desinvestidas também.

  1. Ganho de Margem Ebitda: Operação roda hoje a 14% de margem Ebitda, bem abaixo dos 20% dos seus concorrentes, o que chega a ser quase absurdo já que a marca Havaianas é muito mais forte do que de seus competidores.
  2. Expansão da operação internacional: É o pilar menos adiantado e o de mais difícil implementação, por outro lado tem um enorme potencial. Havaianas vende no Brasil perto de 220 milhões de pares, enquanto toda operação internacional representa menos de 30 milhões de pares. Se pensarmos que a população brasileira está na faixa de 200 milhões de habitantes mas mercados como China e Índia (onde a Alpargatas está se instalando) possuem juntas mais de 2 bilhões de habitantes, temos um espaço enorme de crescimento se a estratégia de fato vingar – leva tempo ainda, mas vale monitorar trimestre-a-trimestre a evolução da Alpargatas no mercado internacional.

ALPA4 foi uma das três novas entrantes da carteira Rico Premium para setembro (caso tenha interesse em contratar nosso serviço exclusivo, clique aqui). Até agosto de 2019 a Carteira Rico Premium somava ganhos de 20,03% contra 15,07% do Ibovespa. Desde a criação da carteira (janeiro/2016), a rentabilidade supera o Ibovespa em 59,88 pontos percentuais – sendo 189,86% Carteira Rico vs 129,97% IBOV.

STOCK PILLS

PUBLICIDADE

Stock Pills é um quadro do podcast Stock Pickers e não implica em uma recomendação do Stock Pickers ou dos analistas da Rico Investimentos. Os áudios são enviados uma vez por semana pelos próprios gestores convidados.

Apresentado por Thiago Salomão, analista da Rico Investimentos, e Renato Santiago, o Stock Pickers vai ao ar toda quinta-feira à noite. Você pode seguir e escutar pelo Spotify, Spreaker, Deezer, iTunes e Google Podcasts

Matheus Soares

Matheus Soares é analista da Rico Investimentos e um dos responsáveis pela Carteira Rico Dividendos 8+