Advisory Board: vale a pena montar? Quanto custa?

Contar com um conselho consultivo é quase que indispensável para empresas com crescimento acelerado
Por  Dener Lippert
info_outline

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Reunir um conselho consultivo para avaliar o que está sendo feito, trazendo feedbacks brutalmente sinceros, é uma decisão que todo gestor de uma empresa com crescimento acelerado, como a V4 Company, deveria tomar.

Afinal, é no Advisory Board que os membros do conselho trazem suas perspectivas sobre o negócio, além de críticas sobre os caminhos que a empresa está trilhando e direcionamento para assegurar o futuro da companhia.

Mas como montar esse conselho? Quais as vantagens que ele traz de fato para o negócio? Quanto custa contar com as pessoas certas? Vamos entender tudo isso.

Mas o que é o conselho consultivo?

Em resumo, podemos definir o Advisory Board como uma comissão externa de aconselhamento. Ou seja, uma orientação de referências da área, que não fazem parte da empresa, mas que podem propor e validar ideias e ações com as lideranças de um negócio.

O que é necessário para montar seu advisory board?

Primeiramente, é necessário saber exatamente quais são as áreas que o seu negócio está inserido, ou seja, entender de fato as frentes possíveis de atuação, sua expansão e, ainda, grandes players do mercado de comunicação.

Com isso, é possível buscar pessoas que sejam experts nas suas áreas. Afinal, é necessário encontrar os conselheiros certos para o seu negócio e, logicamente, pagar por eles.

Um executivo de uma grande empresa vai cobrar de R$ 5 mil a R$ 10 mil, sendo um investimento extremamente necessário para quem busca escalar de forma rápida e sustentável.

Quais as vantagens esse conselho traz para o negócio?

A principal vantagem está em trazer maior maturidade e qualidade para o trabalho da organização, conquistando isso por meio de pessoas que talvez você não tenha acesso para contratação no mercado.

Esse executivo consegue trazer, por meio do seu conhecimento e experiência, ideias e ações que façam sentido para o negócio. Assim, a partir disso, é possível investir mais assertivamente nos players certos para executar esse trabalho, garantindo um gasto muito menor do que contratar o próprio executivo para sua equipe.

A partir disso, é possível entender as expertises necessárias para contratar os players certos para sua empresa, garantindo assim um investimento em pessoas muito mais assertivo e focado em resultados.

O que inspirou o Advisory Board da V4 Company?

Advisory Board da V4 Company planejando os próximos passos da empresa

Mas de onde surgiu toda essa ideia? Bom, no caso da V4 Company, o Advisory Board surgiu da leitura “Criatividade S.A.”, de Edwin Catmull e Amy Wallace, o qual eu recomendo fortemente a leitura.

Na bibliografia, os autores contam sobre um conselho criativo criado dentro da Disney para opinar a respeito dos filmes e suas produções antes do lançamento. Ou seja, uma comissão responsável em analisar tudo que foi feito, pensar em mudanças e planejar resultados futuros.

Dessa forma, literalmente expondo uma realidade, com planos e problemas, buscando por erros que talvez os produtores não pudessem enxergar. Para assim, a partir disso, evitar qualquer tipo de problema e mirar sempre em uma maior assertividade.

E é exatamente isso que a V4 busca fazer por meio do Advisory Board, e que todas as empresas devem fazer: estar preparado para conhecer uma realidade diferente daquela que está na sua cabeça.

E aí, você teria coragem de expor seus defeitos e problemas para salvar seu negócio? Ou você está preso na armadilha do ego?

Dener Lippert Dener Lippert é CEO e fundador da V4 Company, maior rede de assessoria de marketing digital do país, autor do best-seller "Cientista do Marketing" e colunista do InfoMoney. Dener tem apenas 27 anos, mas já figura entre os principais empreendedores do país: está na lista da Forbes Under 30 de 2021, fundou a V4 Company com apenas 18 anos (na cozinha da casa de sua mãe) e hoje já tem mais de 150 franquias em todo o país, com uma base de 2 mil clientes ativos. Já passaram pelo portfólio da marca empresas como Dell, Melissa, Wizard, Spotify, Lojas Lebes, Colchões Ortobom, Mobills, Wise Up e Smart Fit. Recentemente a V4 Company anunciou sociedade com o Grupo Dreamers, holding detentora de 16 marcas, entre elas Artplan e Rock In Rio. Dener Lippert também é host do ROI Hunters, podcast de marketing do InfoMoney com foco em assuntos ligados a growth, marketing digital e business.

Compartilhe

Mais de Dener Lippert