Você sabe quanto gasta de impostos para construir a casa própria?

Sonho fica caro com tributação em materiais e insumos. Veja quanto há de impostos no valor final dos produtos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Chega o final de ano e os trabalhadores já pensam em utilizar o 13º salário para investimento em uma casa ou apartamento. Muitos brasileiros têm o sonho de possuir a casa própria. Para isso, escolhem a compra de um terreno para que possam construi-la da maneira que desejam, com determinado número de quartos, banheiros e salas.

No entanto, a maioria dos brasileiros, ou por falta de instrução ou por falta de interesse, simplesmente não sabem quanto do produto final pagam em impostos para o governo. Veja abaixo qual a tributação sobre as mercadorias utilizadas para a construção da casa.

Materiais

Os materiais de construção são considerados a despesa mais barata quando se constrói a casa, já que a fase de acabamento – colocação de pias, azulejos e outros detalhes – são os mais caros. Nos tijolos comprados para formar a estrutura, 36,69% do valor é destinado ao pagamento de impostos.

Aprenda a investir na bolsa

Já no saco de cimento, material essencial para a construção da casa, o imposto é ainda maior, de 39,5% sobre o valor final do produto. A mesma tributação ainda é percebida em mercadorias como o vaso sanitário e a lata de tinta.

Equipamentos

Mas como não é somente da estrutura da casa que se pode viver, as pessoas ainda precisam comprar equipamentos para poder morar com tranqüilidade e com o conforto que tanto desejam. É importante a aquisição de geladeiras, fogões e outros eletrodomésticos antes mesmo da mudança.

Para obter uma televisão de 29 polegadas, aquela que encaixa perfeitamente em sua sala, o futuro morador pagará 46,14% em impostos. Já para obter aparelhos de DVD, a tributação chega a ser mais da metade do valor do eletroeletrônico, de 51,59%, e, entre os aparelhos de som, de 38% sobre o preço final.

Cama, mesa e banho

Para viver com tranqüilidade e o mínimo de conforto, as pessoas precisam que os jogos de quarto, banheiro e da cozinha estejam prontos antes da mudança para a casa nova. Mas para isso acontecer, mais de um terço em cada produto é gasto com impostos.

Para a compra de lençóis de cama, os consumidores chegam a gastar 37,51% com os impostos, sendo que, com o cobertor, esse valor é um pouco menor, de 37,41%. Já para a aquisição de uma toalha de banho, o valor é de 36,33%.