AO VIVO Por Dentro dos Resultados: CEO da GPC divulga e comenta os resultados da empresa no 3º trimestre

Por Dentro dos Resultados: CEO da GPC divulga e comenta os resultados da empresa no 3º trimestre

Você sabe para onde vai o seu dinheiro?

Se você parar para pensar, conseguirá elaborar uma enorme lista de todos os que ficam com uma parte do seu salário: filhos, bancos, despesas da casa etc

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Assim como a grande maioria das pessoas, você deve se perguntar freqüentemente para onde vai o seu dinheiro. Isso porque, depois de trabalhar muito durante o mês, você vê seu salário sumir de uma hora para a outra.

Por incrível que pareça, esse dinheiro que você luta tanto para ganhar recebe pouca atenção. Se você parar para pensar, conseguirá elaborar uma enorme lista de todos aqueles que ficam com uma parte do seu salário: filhos, bancos, despesas da casa etc.

Comece pagando a si próprio

Em meio a tantas coisas para quitar, você mal acaba vendo a cor do dinheiro que lutou durante o mês para conseguir, o que corrói seu bem-estar. Dessa maneira, o antídoto para acabar com esse mal é começar pagando a si próprio.

Aprenda a investir na bolsa

Isso mesmo, antes de destinar seu salário ao pagamento das despesas, defina uma parte que deverá ser sua, para que você a invista e realize sonhos. Lembre-se de começar com uma quantia pequena, para não causar um estrago em seu orçamento.

Somente após separar a sua cota mensal do salário, distribua o que sobrar para as demais despesas. E na hora de elaborar sua planilha de orçamento, conte apenas com o dinheiro sem a parte destinada à você.

Cuidado com os gastos arbitrários

Além dos gastos fixos (contas mensais que têm o mesmo valor) e variáveis (despesas freqüentes, cujos valores mudam), existem os arbitrários, ou seja, aqueles que você não precisa fazer mensalmente mas faz.

Neles, estão incluídas as despesas com roupas novas, restaurantes, cinema, teatro etc. No entanto, isso não significa que você deve deixar de se divertir para economizar. Apenas é aconselhável estipular um valor mensal máximo e se manter fiel a ele.

*As informações são do livro “Você tem mais… dinheiro do que imagina”, da Editora Saraiva, escrito pela equipe da Letras & Lucros, sob coordenação das jornalistas Mara Luquet e Andrea Assef.