AO VIVO Rodrigo Furtado, da XP Asset, fala sobre uma oportunidade no mercado de ações

Rodrigo Furtado, da XP Asset, fala sobre uma oportunidade no mercado de ações

Valor médio do décimo terceiro de 2010 é 14% maior frente ao de 2009

Segundo o Dieese, o valor médio do benefício passou de R$ 1.150,47 para R$ 1.310,96. Montante total aumentou 20%

SÃO PAULO – O valor médio do décimo terceiro salário que os brasileiros devem começar a receber neste ano é quase 14% maior que o valor recebido no ano passado. E o montante total a ser injetado na economia deve ser 20% maior que o injetado em 2009.

De acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (21) pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), os brasileiros devem receber cerca de R$ 102 bilhões, contra os R$ 85 bilhões registrados no ano passado.

O valor médio dos benefícios passou de R$ 1.150,47 para R$ 1.310,96. 

PUBLICIDADE

Benefícios dos formais aumentam 12,3%
O estudo mostra que os trabalhadores do mercado formal devem receber, em média, R$ 1.561,41 de décimo terceiro salário. O valor é 12,3% maior que o pago no ano passado, quando eles receberam R$ 1.390,25.

Dentro dessa categoria, os trabalhadores domésticos com carteira assinada receberão 16,22% mais que o ano passado. Neste ano, devem ser pagos R$ 657,37 de benefício. Em 2009, esse valor era de R$ 565,61.

Considerando os benefícios dos aposentados e pensionistas, o valor médio alcança os R$ 1.078,34 neste ano e registra um aumento de 14,28% frente ao pago em 2009, quando o benefício médio somava os R$ 943,54.

74 milhões de beneficiários
Ao todo, cerca de 74 milhões de brasileiros devem receber o benefício. O número é 5,85% maior que o total de beneficiários de 2009.

O Dieese estima que 4,9 milhões de pessoas passarão a receber o benefício por terem requerido aposentadoria ou pensão ou se incorporado ao mercado de trabalho ou ainda formalizado o vínculo empregatício.

“A retomada das contratações em ritmo mais vigoroso, em 2010, foi sem dúvida um elemento importante para que o conjunto de beneficiários do abono neste fim de ano tivesse um crescimento maior que o observado em 2009”, observaram os técnicos do Dieese.