Sindicatos protestam nesta terça por mínimo de R$ 580 e correção da tabela do IR

O objetivo é sensibilizar o Congresso Nacional, que, na quarta, debate o reajuste do salário mínimo

SÃO PAULO – Representantes das centrais sindicais farão uma manifestação no Congresso Nacional nesta terça-feira (15). O objetivo é sensibilizar os parlamentares da importância do reajuste do salário mínimo, da correção da tabela do imposto de renda e do aumento das aposentadorias.

Estima-se que centenas de pessoas se dividam entre a ala das comissões e o Salão Verde, por onde os deputados e senadores mais circulam, para fazer abordagens.

“Vamos dialogar com os parlamentares sobre a importância de um salário mínimo digno no processo de distribuição de renda no País”, afirmou o presidente da Força Sindical e deputado federal, Paulo Pereira da Silva (PDT-SP).

PUBLICIDADE

Reunião
Nesta terça, uma comissão especial da Câmara debaterá o salário mínimo, antes que ele seja votado no Plenário. A reunião deve contar com a presença do ministro da Fazenda, Guido Mantega, e de representantes das centrais sindicais e dos parlamentares.

De acordo com o presidente do CGTB (Central Geral dos Trabalhadores do Brasil), Antonio Neto, essa pode ser a última oportunidade de debater o aumento do mínimo que será votado na quarta-feira (16).

“É nosso dever abrir os olhos do governo e lembrá-lo que existe um compromisso de valorização do piso salarial do povo brasileiro, por isso, lutamos por R$ 580”, afirmou Neto.